Sete estados e DF já afrouxam quarentena; RO deve acabar com restrições dia 25

Ao menos sete estados — Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Espírito Santo, Paraíba, Sergipe e Tocantins – e o Distrito Federal já afrouxaram desde a semana passada o isolamento social, imposto para conter o avanço do novo coronavírus no Brasil. Veja aqui. Rondônia planeja seguir o exemplo a partir do dia 25.

Na sexta-feira (17) o governador de Rondônia, Marcos Rocha divulgou um novo decreto, de número 24.961, deixando claro que, baseado em norma do Ministério da Saúde, as restrições impostas no Estado por conta do Coronavírus não poderão ultrapassar os 40 dias. Assim, decidiu prorrogar as proibições para funcionamento de empresas e a suspensão de aulas das redes pública e privada até o próximo dia 25, avisando que tudo pode voltar normal também nesse dia, caso o Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública do Ministério da Saúde não faça alterações na Portaria nº 356 do Ministério da Saúde, que define o tempo máximo da quarentena no país em 40 dias.

Rondônia apresentou 29 novos casos de coronavírus nesta terça-feira (21), conforme o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa). Além das confirmações, o estado também registrou uma nova morte em decorrência de infecção pelo novo coronavírus. Até o momento, portanto, Rondônia contabiliza 223 casos confirmados de Covid-19 e cinco mortes em decorrência da doença.

Infectologistas recomendam cautela nos planos de retomada.

Para Eliseu Waldman, professor da USP, é preciso ter transparência nos dados para sair da quarentena e acompanhar a experiência da Europa. “Cabe a discussão, mas não é possível improvisar.”

Fonte: MaisRO