O ex-governador Daniel Pereira, hoje superintendente do Sebrae no Estado, voltou a criticar duramente a polícia civil, depois da operação que prendeu o major Marcelo Victor Duarte Corrêa.

A acusação é de que ele liderou um esquema fraudulento de licitação para compra de equipamentos (software, tablets e demais acessórios) para a implementação do “Sistema Mobile”, um sistema de registro de ocorrência policial via net.

Numa entrevista ao jornalista Marcelo Bennesby, na RedeTV!, Daniel voltou a dizer que há uma banda podre na polícia civil e diz que suspeita de que toda a operação tenha sido feita porque essa ala não aceitou a modernização da PM e os métodos introduzidos em seu governo.

O ex-governador voltou a falar na Operação Pau Oco, em que reafirma ter sido vítima de uma armação liderada pelo que ele repete, é a banda podre da polícia. E considerou que a ação contra uma pessoa próxima a ele, como o Major Marcelo, pode ter também a mesma conotação.

Embora tenha dito que se houver alguma culpa, que haja punição, desde que se comprove o que foi divulgado, Daniel também protestou contra a divulgação do nome do Major da PM, porque, segundo ele, seria um abuso de autoridade. Ao expor o nome do oficial, para Daniel, o Major Marcelo já teria sido condenado pela opinião pública, sem ter tido direito à defesa.

Durante vários minutos, respondendo a várias perguntas, o ex-governador bateu duro na polícia. Protestou também para o fato de que a divulgação da operação policial envolvendo a Polícia Militar, foi também uma tentativa de atingi-lo, já que todos conhecem sua relação de amizade com o Major Marcelo.

Lamentou ainda que todo o noticiário tenha apontado a ligação dele com o Marcelo, considerando isso uma forma de tentar atingi-lo. Perguntado se esses pretensos ataques teriam algo a ver com uma possível candidatura à Prefeitura de Porto Velho, Daniel negou participar da disputa, dizendo que o candidato do seu partido é o ex comandante da PM, coronel Ronaldo.

Até a manhã desta quinta-feira, não tinha havido resposta de parte do comando da Polícia Civil, sobre o assunto.

Fonte: Blog Opinião de Primeira – Sérgio Pires e Rede TV

Facebook Comments