Crime bárbaro: Justiça manda internar menores envolvidos nas mortes de mãe e filho em Porto Velho

Atendendo pedido das delegadas titulares da Delegacia de Homicídios, Leisaloma Carvalho, e da da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais, Gardênia Felícia Cruz, a Justiça autorizou a internação imediata de quatro adolescentes de 12, 13, 14, e 15 anos, acusados de terem participação na morte da jovem Fabiana Pires Santana, de 23 anos, e do filho dela, Gustavo Henrique Pires Maciel, 7 anos.

A irmã da vítima, uma adolescente de 13 anos, é uma das suspeitas. O corpo da criança foi encontrado boiando dentro de um lago de um loteamento da Zona Sul da capital no último fim de semana. Na tarde de segunda-feira (21), foi a vez de Fabiana ser achada sem vida e enterrada em uma cova no mesmo local.

O bebê que a vítima esperava, de 8 meses, foi ainda arrancado da barriga dela durante o crime. O recém-nascido segue internado no Hospital de Base.

O recém-nascido seria entregue a uma mulher que fingia estar grávida de um garimpeiro.

Todos os menores foram encaminhados para a Unidade de Internação Provisória, onde ficaram à disposição da Justiça.

Em entrevista à imprensa, a delegada Leisaloma Carvalho explicou que a adolescente apreendida pelo duplo homicídio teve ajuda de outras pessoas.

“A menina queria matar a irmã porque diz que era maltratada em casa. A gente já apurou que ela tinha dentro de casa um comportamento trabalhoso. Ela saía pra beber, fugia da escola, e a irmã procurava por ela, chamava atenção e ela não gostava disso. Ela disse também que foi abusada pelo atual companheiro de Fabiana. Óbvio que isso vai ser checado posteriormente”, afirma a delegada de Porto Velho.

Facebook Comments