Covid-19: principal infectologista dos EUA duvida seriamente de vacina russa

Em um debate nesta quarta-feira (12), Anthony Fauci, considerado o maior especialista em doenças infecciosas dos EUA, criticou a Rússia pela liberação apressada de sua vacina contra a Covid-19.

O imunizante, batizado de Sputnik V, foi aprovado sem evidências de que tenham sido concluídos os testes clínicos da fase 3 –a última etapa, fundamental para que se saiba se uma vacina é de fato segura e eficaz.

“Ter uma vacina e provar que uma vacina é segura e eficaz são duas coisas diferentes”, disse o infectologista a Deborah Roberts, jornalista da rede ABC News que foi a mediadora do debate.

Fauci também chamou a atenção para muitas outras vacinas contra o coronavírus competindo por uma eventual liberação, incluindo aquelas cujos testes estão na fase 3 nos EUA –processo que pode durar meses e geralmente envolve milhares de pessoas.

“Se quiséssemos correr o risco de lesionar muitas pessoas ou dar a elas algo que não funciona, poderíamos começar a fazer isso na próxima semana. Mas não é assim que funciona”, declarou o médico.

Fonte O Antagonista

Facebook Comments