Portugal Registra decréscimo de 0.6% nos Preços de compra em Outubro

 

O preço médio das habitações em Portugal registrou um decréscimo de 0.6% face ao mês anterior, situando-se agora em uma média de € 368.011 em outubro de 2021 em comparação com a média de setembro de € 370.372. Lisboa continua a liderar o ranking com o preço médio imobiliário mais elevado, de € 583.636, e diminuiu mais de € 8.000 face à média de setembro de € 591.646. Lisboa é seguida por outras cidades costeiras como Faro e Porto, onde os preços médios imobiliários são de € 497.902 e € 330.554, respetivamente.

O domínio da popularidade da capital tem se mantido há décadas, devido às excelentes ligações de transporte internacional que fizeram da cidade o centro de mais de 120 rotas aéreas internacionais, e seu status estabelecido como centro econômico de Portugal. As áreas mais acessíveis para comprar imóveis ainda são dominadas pelo interior de Portugal, com uma das regiões mais acessíveis do país localizada pertinho da fronteira oriental com a Espanha. Castelo Branco, que tem um preço médio de propriedade de € 123.786, viu efetivamente uma redução do preço médio de propriedade de 0.3%, face à média de Setembro de € 124.162.

A acessibilidade do interior de Portugal tem sido o resultado de uma infinidade de fatores complexos, não menos importante dos quais é a emigração em massa, quer para as cidades costeiras do país ou para o exterior. Isso resultou em uma população média mais velha em comparação com o resto do país e, com uma proporção menor da força de trabalho disponível, a estagnação econômica era inevitável. No entanto, o problema não está sendo ignorado pelo governo, o qual lançou vários esforços substanciais para ajudar a região.

Um desses esforços foi a ampliação do programa de assistência financeira aos que se mudam para o interior. Originalmente, este programa permitia apenas aos cidadãos portugueses residentes nas cidades costeiras receberem até € 5000 para ajudar a facilitar a sua mudança para o interior, no entanto, tal benefício foi agora estendido aos brasileiros que pretendem mudar para o país e agora podem também se candidatar a esta assistência. O famoso esquema do Golden Visa também passou por uma reforma que resultará na retirada de Lisboa, Porto e do Algarve da lista de regiões elegíveis, em um esforço para direcionar os investidores para o leste do país. No entanto, o maior aumento do preço médio proporcional da propriedade foi efetivamente verificado numa região do interior de Portugal, Évora. A região registrou um aumento médio de 2,5%, passando da média de setembro de €240.683 para €246.797 em outubro de 2021.