A Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio, através do delegado Marcelo Resem, conseguiu prender em poucas horas Júlio César da Silva, 19, e Carlos Vinicius Santos do Nascimento, 21, acusados do latrocínio do comerciante Fernando Lopes Trindade, 60, em Porto Velho.

A vítima foi encontrada morta na tarde de segunda-feira (14) em uma residência na Rua Lotus com Joaquim da Rocha, bairro Castanheira, na zona Sul de Porto Velho (RO). Parte do dinheiro roubado do comerciante foi encontrado com a dupla.

Um dos autores do crime, Júlio César está inclusive fazendo aniversário na data. A ação rápida da Patrimônio teve o apoio da Delegacia de Combate a Corrupção (Decor).

Os criminosos confessos foram presos em um hotel no distrito de Jaci-Paraná. Com eles foram apreendidos cerca de R$ 30 mil roubados da vítima, o aparelho celular do comerciante e alguns objetos que a dupla criminosa já havia comprado com o dinheiro roubado.

As duas motocicletas roubadas da vítima foram localizadas com os latrocidas confessos.

Segundo o delegado Marcelo Resem da Patrimônio, o crime foi elucidado por volta das 16 horas.

Relembre o caso

O corpo do comerciante foi encontrado com mãos e pés amarrados no começo da tarde de segunda-feira (14). Fernando morava em uma casa de dois pisos nos fundos do comércio em que era proprietário há cerca de 20 anos. Um irmão dele foi ao local após estranhar que o comércio não havia sido aberto. Durante a Perícia Criminal foi verificado que o carro da vítima estava com o vidro quebrado, as duas motocicletas dele foram roubadas e o comércio foi encontrado todo revirado. Fernando foi morto asfixiado com um lençol, segundo a perícia.

A polícia investiga o desaparecimento de aproximadamente R$ 40 mil que o comerciante teria guardado em casa, segundo as informações obtidas no local.

(Fonte: Rondoniaovivo)

Facebook Comments