Os investigadores da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) de Porto Velho identificaram e localizaram, nesta quarta-feira(05/08) R. A. A. F., 35 anos, acusado de ter estuprado uma criança de 9 anos, na manhã do dia 14/02 em fevereiro deste ano. O mesmo teria se passado por um amigo da mãe da criança para tirá-la da Escola Municipal Estela Compasso, zona Leste de Porto Velho.

Segundo as investigações, o criminoso levou a criança para uma casa abandonada, de motocicleta honda/biz. No local, ele fez perguntas íntimas a vítima e passou a mão nas partes genitais da criança. A menina começou a chorar e pediu para ir embora, então ele a levou de volta para a escola e fugiu. A criança relatou o ocorrido à professora que comunicou a Polícia.

Os policiais civis checaram diversas câmaras de segurança instaladas no trajeto feito pelo criminoso, entre a escola até a casa abandonada. A partir das imagens foi possível identificar a fisionomia do suspeito.

O instituto de identificação civil e criminal fez o retrato falado do suspeito e foi divulgado amplamente, ainda no mês de fevereiro.

As diligências indicaram que o suspeito, após o estupro, foi preso por outros crimes e conduzido Penitenciária José Mário Alves da Silva, o Urso Branco, onde responde pelos crimes de furto, roubo e receptação.

O suspeito confessou o crime, mas alegou que teria apenas falado palavras pornográficas para a criança. A vítima reconheceu o suspeito como o autor do crime.

Segundo a delegada Ádrian Viero da Costa, que presidiu as investigações, “O autor será indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, previsto no Artigo 217-A do CP. Este crime é um dos mais terríveis e por esse motivo a Polícia Civil coibirá com rigor todo e qualquer crime sexual contra crianças e adolescentes”.

 

Facebook Comments