Aos 106 anos de idade e sem andar após fratura no fêmur, dona Francisca recebeu em casa, na manhã desta terça-feira (7), o serviço de vacinação para acamados, oferecido pela prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Essa é mais uma ação da Campanha Nacional de Influenza, que previne contra a gripe H1N1, H2N3 e Influenza B.

Cadeirantes, pessoas que possuem dificuldade de locomoção ou que não consigam sair da cama podem recorrer ao serviço de vacinação. O telefone para cadastramento é 3224-8071. A ação iniciou junto com a campanha, dia 23 de março, e já vacinou cerca de 400 pessoas deste público. Outras 400 aguardam para serem vacinadas em casa.

Segundo a gerente do departamento de Imunização da Semusa, Elizeth Gomes, a média de vacinação de acamados nos outros anos era de 200 pessoas durante toda a campanha. Esse ano, em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o número de cadastrados se aproxima de duas mil pessoas.

“Quem se cadastrou e ainda não recebeu a equipe de saúde, pode aguardar que vamos entrar em contato e agendar a visita para vacinação”, explica Elizeth Gomes.

O trabalho de imunização dos acamados é realizado por diferentes frentes de trabalho. Equipes da Semusa e também das Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão em campo. A prioridade é vacinar os idosos acamados por estarem inseridos no grupo de risco.

Quem recebeu a equipe de Imunização da Semusa no conforto do lar garante que o serviço oferecido vale a pena. “Facilitou muito para nós, pois minha mãe não anda e não temos como levá-la na unidade de saúde. Agora estamos tranquilos e ela segura”, agradeceu Raimunda Alvina, filha da dona Francisca

Fonte: Assessoria

Facebook Comments