Pela primeira vez, Rondônia terá um candidato à presidência da República

Presidente do PSD, Gilberto Kassab, anuncia que chefe do Senado será candidato ao Palácio do Planalto pela legenda em 2022. Rodrigo Pacheco nasceu em Porto Velho (RO)

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (MG), filiou-se oficialmente nesta quarta-feira (27), ao Partido Social Democrata (PSD), presidido por Gilberto Kassab.

“Quero dizer que Rodrigo Pacheco será pré-candidato do partido à presidência”, afirmou o presidente da sigla durante o evento realizado no Memorial JK em Brasília.

Além de Kassab, participaram da cerimônia os senadores da bancada do PSD, entre eles o líder Nelsinho Trad (MS) e os mineiros Antonio Anastasia e Carlos Viana. O líder do DEM, antigo partido de Pacheco, senador Marcos Rogério (RO), e o ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), também prestigiaram o ato de filiação.

Rodrigo Pacheco anunciou a saída do DEM na sexta-feira (22). O presidente do Senado não explicou o motivo da mudança, mas a filiação de Pacheco ao PSD já vinha sendo discutida nos bastidores políticos desde o primeiro semestre de 2021. No começo de outubro, o DEM aprovou a fusão com o PSL e a criação do partido União Brasil.

Com Pacheco, o PSD passa a ter 12 senadores na bancada, mantendo-se como segunda maior sigla da Casa, atrás apenas do MDB, que tem 16 parlamentares filiados. (com agência Sputnik Brasil)

Mais RO com JB e Sputnik