Serviços de dragagem voltaram a ser realizados em trechos do rio Madeira para facilitar a navegação segura durante o período de estiagem em 2020. O rio é considerado um dos principais eixos logísticos da região, de acordo com o Ministério da Infraestrutura.

Os serviços realizados pelo governo federal devem contribuir para o escoamento de produtos e o abastecimento das regiões Norte e Centro-Oeste. Segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em 2019 foram transportadas pela hidrovia do rio Madeira mais de nove toneladas de carga.

Os trabalhos são realizados nos passos críticos de Curicacas, entre Porto Velho e Humaitá, e também em Miriti, entre Humaitá e Manicoré, no Amazonas, após avaliação realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Segundo o Ministério da Infraestrutura, estão sendo utilizadas três dragas de sucção e recalque, nos dois pontos onde os serviços são realizados, para a remoção de sedimentos no fundo do rio e com isso melhorar a profundidade, permitindo a passagem de embarcações.

Após a conclusão da dragagem nos trechos de Curicacas e Miriti, os trabalhos devem ser realizados em outros pontos. Todo o serviço está previsto para ser finalizado em outubro, quando encerra o período de estiagem na região.

Fonte: G1

Facebook Comments