MPRO premia imprensa rondoniense e enaltece função social do Jornalismo em tempos de crise

Em uma solenidade que enalteceu a função social da imprensa em tempos de crise, o Ministério Público de Rondônia anunciou nesta terça-feira (07/12) os vencedores do 10º Prêmio MPRO de Jornalismo. A cerimônia laureou, ao todo, 10 profissionais pertencentes a oito veículos de comunicação do Estado, e teve como tônica o reconhecimento da atividade durante a pandemia do coronavírus.
Ao abrir o evento, o Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, elogiou o fazer jornalístico local, destacando o comprometimento e qualidade do trabalho, que se mostrou fundamental no cenário de pandemia. “Assim como o Ministério Público, a imprensa esteve atuante e vigilante durante a maior crise sanitária de nossos tempos. Foi fundamental para a disseminação de informações de qualidade, checagem de fatos e combate à desinformação”, disse.
Na ocasião, falou da importância do Prêmio MPRO de Jornalismo – criado em sua primeira gestão à frente da Instituição em 2010 e que chega à décima edição este ano – como uma demonstração inconteste do reconhecimento do Ministério Público a esse trabalho.
“Ao longo dos anos, foram dezenas de produções jornalísticas que buscaram abordar o papel do MP na salvaguarda dos interesses da coletividade, dando à sociedade a dimensão do trabalho do Ministério Público. O evento desta manhã comprova quão bem-sucedida tem sido esta iniciativa”, afirmou.
Também presente, o Corregedor-Geral do MPRO, Procurador de Justiça Cláudio Wolff Harger, que compôs a Comissão de Julgamento do concurso, falou da importância do projeto como vitrine para dar visibilidade ao profissionalismo da classe. “Certamente, a sociedade sai como maior vencedora desta premiação”, pontuou.
O 10º Prêmio MPRO de Jornalismo teve como “O Ministério Público de Rondônia e o Enfrentamento dos Desafios da Atualidade”. No total, 23 trabalhos tiveram as inscrições homologadas para o concurso.
Sagraram-se vencedores, na categoria Defesa do Patrimônio Público, Emerson Barbosa, com o trabalho ‘ABC da Corrupção’, pelo site NewsRondônia. Na categoria Proteção Social, a matéria ‘Com histórico de Fugas e Denúncias de Tortura, Presídio de Ariquemes tem 307% de superlotação’, dos jornalistas Diêgo Holanda e Ana Cláudia Ferreira, do Site G1 – Rondônia. Na categoria Segurança Pública, a reportagem ‘MPRO Feminicídio: Até que a morte nos separe’, do jornalista Emerson Barbosa, pelo site NewsRondônia.
Na Categoria Saúde e Educação, venceu o trabalho ‘Educação para Todos: Ministério Público e a Educação Inclusiva’, de Beatriz Mendes dos Santos, pela Rede TV Rondônia. Na categoria Sustentabilidade, foi premiada a matéria ‘Omissão: Animais de rua sofrem com fala de ações dos poderes públicos’, do jornalista Felipe Corona, pelo Site Rondoniaovivo.
Os vencedores de cada categoria receberam R$ 5 mil, além de troféus e certificados, que também foram destinados aos profissionais classificados como 2º e 3º colocados nos eixos temáticos (classificação geral abaixo).
Homenagem – Ainda como parte da programação desta edição, foi realizada homenagem (in memoriam) aos jornalistas falecidos em decorrência da covid-19.Durante a cerimônia, o Procurador-Geral de Justiça fez a entrega de uma placa ao Sindicato dos Jornalistas de Rondônia (Sinjor), repassada às mãos do diretor cultural da entidade, Miro Costa, que esteve presente ao evento. “Sabemos do comprometimento desses profissionais com o exercício de informar. Alguns deles, inclusive, têm os nomes impressos na história desta premiação. Nosso reconhecimento a todos eles”, ressaltou Ivanildo de Oliveira.
Ao receber a placa em nome do Sinjor, Miro Costa falou das perdas sofridas pela categoria e reiterou a conduta dos profissionais que partiram, jornalistas com anos de experiência no mercado e que deixam um legado à sociedade. “Agradecemos ao Ministério Público pela homenagem, que, para nós, tem muito significado”, disse.
Ao final da solenidade, o Ministério Público prestou também um reconhecimento aos Julgadores desta edição. Participando presencialmente do evento, receberam a placa, durante a cerimônia, o Corregedor-Geral do MPRO, Procurador de Justiça Cláudio Wolff Harger; o Procurador de Justiça Edmilson José de Matos Fonseca e o jornalista Adriel Diniz, da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO).
Também integraram a Comissão Julgadora, pelo Ministério Público de Rondônia, os Promotores de Justiça Andréia Vicentini Rocha, Jovilhiana Orrigo Ayricke e Rodrigo Leventti Guimarães. Como profissionais de imprensa, Ney Santana (Assessoria de Comunicação do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia – TCE-RO); Celso Gomes (Assessoria de Comunicação do Tribunal Regional do Trabalho- TRT 14ª Região); Sara Xavier Duque Estrada (ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Rondônia – Sinjor) e, ainda, Socorro Camelo (Jornalista do Estado do Acre). O grupo, que acompanhou a solenidade virtualmente, terá a placa de homenagem enviada às comarcas em que são lotados ou às instituições onde atuam.
Cerimônia restrita – A cerimônia de entrega do 10º Prêmio MPRO de Jornalismo foi realizada em formato semipresencial, com transmissão no YouTube (www.youtube.com/mprobr). O público restrito foi composto apenas por finalistas do concurso e comissão de organização, como medida de prevenção ao contágio do coronavírus.
Veja a classificação Geral do 10º Prêmio MPRO de Jornalismo:
Eixo Temático: Defesa do Patrimônio Público (Corrupção e Sonegação Fiscal)
1º Colocado
Trabalho: O ABC da Corrupção
Autor: Emerson Barbosa
Site: Newsrondonia
Eixo Temático: Proteção Social (Direitos Humanos, Consumidor, Infância, Idoso, Pessoa com Deficiência)
1º colocado
Trabalho: Com histórico de fugas e denúncias de tortura, presídio de Ariquemes tem 307% de superlotação
Autores: Diêgo Holanda Oliveira Duarte e Ana Claudia Ferreira Oliveira
Site: G1 Rondônia
2º colocado
Trabalho: Proteger o futuro – Direito das crianças, dever do adulto – Precisamos falar sobre abuso sexual infantil
Autora: Janaína Brito
Emissora: Rede TV! Rondônia
3º colocado
Trabalho: PEC 5/2021: Um Nocaute na Sociedade!
Autor: Carlos Oliveira
Site: Ariquemes Online
Eixo Temático: Saúde e Educação
1º Colocado
Trabalho: Educação para todos – Ministério Público e a educação inclusiva
Autor: Beatriz Mendes
Site: Rede TV! Rondônia
2º Colocado
Trabalho: Ministério Público em Defesa da Educação na Pandemia
Autor: Gedeon Miranda Amâncio
Emissora: Rede Amazônica – Ji-Paraná
3º Colocado
Trabalho: MP diz que paralisação das aulas já causou prejuízos milionários ao país e ao Estado
Autor: Jéfferson Tadeu de Carvalho
Site: SIC TV
Eixo Temático: Segurança Pública (criminalidade, crime organizado, violência doméstica)
1º colocado
Trabalho: MPRO Feminicídio – Até que a morte nos separe
Autor: Emerson Barbosa
Site: Newsrondonia
2º colocado
Trabalho: Faces ocultas do amor
Autora: Juliana Dias
Emissora: SIC TV
3º colocado
Trabalho: Atuação do MP garante que vidas não se reduzam a números e que crimes de feminicídios não fiquem impunes
Autor: Laila Moraes
Site: Rondoniagora
Eixo Temático : Sustentabilidade (meio ambiente, urbanismo, patrimônio histórico e moradia)
1º colocado
Trabalho: Animais de rua sofrem com falta de ações dos poderes públicos
Autor: Felipe Corona
Site: Rondoniaovivo
2º colocado
Trabalho: Rondônia sobrevive a mais um período de seca, queimadas e fumaça
Autor: Laila Moraes
Site: Rondoniagora
3º colocado
Trabalho: MP conquista na Justiça recriação de 11 unidades de conservação
Autor: Jefferson Carvalho

Site/Emissora: Rede Amazônica – Porto Velho