MOSQUINI DEVE DEIXAR O CARGO SEM ENTREGAR O TEATRO ESTADUAL

teatroO secretário de Obras (Deosp), Lúcio Mosquini poderá não cumprir uma de suas promessas, a de entregar o Teatro Estadual de Rondônia no dia 9 de abril como prometera há dois meses. Fotografia tirada do local hoje pela manhã indica que as obras ainda estão em andamento e poderão levar pelo menos 15 dias para a conclusão. Assim  como Marcelo Bessa (Sesdec) e Airton Gurgacz (Detran), Lúcio Mosquini deve deixar o cargo nos próximos dias para concorrer a uma vaga de deputado federal.

teatro2Mosquini tem sido elogiado pelo governador e pelos prefeitos de Rondônia pelo trabalho realizado. Mas, porém, a obra que já se arrasta por quase duas décadas é uma questão de honra entregar a sociedade rondoniense. O Teatro Estadual vem sendo construído desde 1997, iniciado no governo Raupp. Passaram-se oito anos go voverno Ivo Cassol e nada de conclusão. Ao assumir o governo. Confúcio Moura prometeu terminar a obra. Mosquini prometeu a entrega para o próximo dia 9 de abril e a inauguração para o dia 25 de abril.

A obra contempla dois teatros, um de grande porte, com capacidade para 920 lugares, outro menor, com 217 vagas, totalizando 1.137 lugares, com investimento superior a R$ 20 milhões.

Momento Histórico

Para o diretor do Deosp, a conclusão do teatro estadual será uma marco na história de Rondônia, por uma série de motivos. Um deles, segundo Mosquini, é que obra foi iniciada há 16 anos e sofreu várias paralisações. Outro motivo é que Porto Velho é a única capital do país sem teatro. “A classe cultural de Porto Velho clama pela conclusão da obra e o governo estadual vai entregar teatro em abril”, assegura o diretor.

Fotos e texto: Marcelo Gladson

 

Facebook Comments