Marcos Rogério trai Acir Gugacz e deverá pleitear prefeitura de Ji-Paraná

Marcos Rogério, da bancada evangélica, recebeu R$ 100 mil da Queiroz Galvão
Marcos Rogério, da bancada evangélica, recebeu R$ 100 mil da Queiroz Galvão

O senador Acir Gurgacz (PDT), líder do partido no Senado e presidente estadual da legenda vai ter que expulsar ou pedir para o deputado federal Marcos Rogério deixar a agremiação o mais rápido possível. É que o menino de ouro do grupo polírico não passava de bijouteria barata. Evangélico, Marcos Rogério na Câmara, votou contra todas as diretrizes do partido. Se aliou ao também evangélico Eduardo Cunha (PMDB) e passou a votar pautas bombas contra o governo federal, do qual o PDT é aliado. Mas, o ápice da traquinagem deste aprendiz de traidor é o fato de ele querer disputar a prefeitura de Ji-Paraná. A prefeitura de Ji-Paraná é inegociável para Acir Gurgacz que vai manter o apoio ao atual prefeito Jesualdo Pires (PSB). Se quiser disputar o cargo de prefeito da capital da BR 364, Marcos Rogério terá que mudar de partido.

Apesar de evangélico, Marcos Rogério não é santo não. Ele consta na lista da Lava Jsto como recebedor de R$ 100 mil da construtora Queiroz Galvão.

 

Facebook Comments