Karatecas de Vilhena ficam em 2º lugar em competição escolar estadual com apoio da Prefeitura

0
116


Cerca de 25 alunos da academia de karatê Wayper participaram do Festival de Karatê na Escola de Espigão do Oeste no último sábado, dia 25. Competindo contra outros 250 atletas de todo o Estado, os vilhenenses ficaram em segundo lugar geral do campeonato. O deslocamento e inscrições foram garantidos pela Prefeitura.

Após procurar apoio de várias pessoas, nas redes sociais e nas ruas da cidade, a Prefeitura se sensibilizou com a causa da sensei professora de karatê Lucimar Andrade. Através do empréstimo do ônibus, do motorista e de valores para a aquisição de algumas inscrições para o campeonato, a Prefeitura garantiu a participação de toda a equipe no evento.

COMPROMISSO – O prefeito Eduardo Japonês relembrou que seu compromisso com o Esporte tem a ver com o fortalecimento da participação dos esportistas locais nas competições. “Nós sempre vemos atletas ‘passando a tigela’ em empresas e nas ruas para conseguir dinheiro para participar dessas competições. Quero tranquilizar os atletas por estamos buscando formas de garantir esse transporte de forma gratuita, pela Prefeitura”, explica.

“Nunca recebemos apoio da Prefeitura. Foi muito bom. Nas competições é onde eles podem pôr em prática  tudo o que eles aprendem, além de treinar com seriedade os princípios do karatê, que envolvem respeito, disciplina, caráter e tornar-se cidadãos de bem. Estamos muito agradecidos pelo transporte a apoio da Prefeitura”, explica Lucimar.

Neste ano a equipe, que ficou com medalhas de prata na classificação geral, já deixou de participar de dois campeonatos por falta de recursos para se locomover até o locais de prova. Composta por karatecas de 3 a 40 anos de idade, o time é dedicado e também conta com a ajuda do professor Rafael Ribeiro.

Reunindo competidores de Cacoal, Ji-Paraná, Santa Luzia, Chupinguaia, Parecis, Espigão do Oeste e Vilhena, o campeonato aconteceu na escola Simone Moura Rosa, com recursos do Jecrim (Juizado Especial Criminal) de Espigão.

Semcom

Facebook Comments