25 C
Porto Velho, Rondônia
quinta-feira, outubro 28, 2021
Manchete Hildon Chaves recuou após Tribunal de Contas de Rondônia entrar no caso...

Hildon Chaves recuou após Tribunal de Contas de Rondônia entrar no caso da licitação do lixo

Porto Velho, RO – Após enfrentar inúmeras críticas do vereador Everaldo Fogaça, presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara, o prefeito Hildon Chaves recuou e resolveu dar mais transparência à concorrência pública para a contratação da empresa responsável pela coleta de resíduos sólidos (lixo) da cidade de Porto Velho.

Nesta quinta-feira, 07.10, o presidente da Comissão Permanente de Licitação de Obras, da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semusb), César Augusto Wanderley Oliveira, comunicou à Superintendência Municipal de Licitação (SML) a disponibilidade do link com a íntegra do processo administrativo da concorrência pública 003/2021.

A decisão da Prefeitura em dar mais transparência à licitação, cujo valor global é de R$ 1,595 bilhão, veio um dia após a Secretaria Geral de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia solicitar cópia dos processos administrativos 10. 00289/2021, referente à concorrência pública 003/2021 e o 02.00206-000/2018. O pedido foi direcionado ao presidente da SML, Guilherme Gaioto.

O primeiro Processo trata da concessão administrativa para a outorga dos serviços de gestão integrada dos resíduos sólidos da capital e o segundo refere-se aos estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica para implantação, operação, manutenção, limpeza urbana, coleta, reciclagem e disposição final dos resíduos sólidos de Porto Velho.

Segundo o vereador Everaldo Fogaça, autor da denúncia no Tribunal de Contas, a publicidade do edital é uma medida acertada, mas é necessário ainda que haja o saneamento das irregularidades apontadas pelo ex-presidente da SML, que acabou exonerado do cargo, por apontar onze incongruências no edital enviado pela Semusb.

“A Semusb agiu certo nessa publicidade. Tivesse feito isso antes não estaria dando a celeuma que hoje se encontra. O Tribunal de Contas irá acionar o MP para averiguar todas essas questões e tenho certeza que agora a licitação vai entrar nos eixos.

Não podemos permitir que essa concorrência dê errado, pois trata-se de uma licitação bilionária para a melhora de um serviço essencial na cidade que é a coleta dos resíduos sólidos”, ressaltou Everaldo Fogaça.
As informações estão contidas no link https://drive.google.com/drive/folders/1k1pvRuSgaHSvKMP_MZZfCAj14O63luW8? usp=sharing e, caso os interessados não consigam acessá-lo podem entrar em contato através do endereço eletrônico da comissão, o comissoes.sml2017@gmail.com


Facebook Comments