Ex-secretária da SEDUC em RO assume cargo no Espírito Santo e já é alvo de denúncia

Isabel de Fátima da Luz, ex-secreária da educação de Rondônia
Isabel de Fátima da Luz, ex-secretária da Educação de Rondônia

O gabinete do deputado estadual Sérgio Majeski (PSDB-ES) apresentou uma denúncia para que o Ministério Público Estadual (MPES) investigue a nomeação da nova  superintendente de Educação de Carapina, na Serra, Isabel de Fátima da Luz. A denúncia foi feita nesta terça-feira (2). O deputado também fez uma denúncia, na segunda-feira (1) para que a Comissão de Educação da Assembleia também investigue o caso.

A superintendente, recentemente noemada pela Secretaria de Estado da Educaçào (Sedu), é acusada de receber diárias para viagens internacionais, em novembro de 2012, quando ocupava o cargo de Secretária de Educação de Rondônia. Isabel de Fátima, de acordo com a denúncia, seria alvo de processos no Tribunal de Contas daquele estado.

Segundo a acusação, Isabel teria utilizado um total de R$ 7.432,23 referentes a 11 diárias. Ao Tribunal de Contas de Rondônia, a ex-secretaria de Educação teria afirmado que o valor foi pago a título de ajuda de custo, mas a corte de contas entende que a situação fere o princípio da legalidade.

A nomeação da superintendente foi publicada no Diário Oficial do último dia 22 de janeiro e assinada pelo subsecretário de Educação Eduardo Malini, durante o período de licença do titular da pasta, Haroldo Correa Rocha. Entre professores e outros profissionais da educação no Estado, a nomeação causou surpresa.

Os processos no Tribunal de Contas de Rondônia correm desde 2012 e apontam irregularidades graves ocorridos na pasta da então secretária.

Facebook Comments