Buscas pelos desaparecidos na queda do monomotor entram no terceiro dia em Florianópolis

aviaoAs buscas pelos dois desaparecidos após a queda de um monomotor próximo a Ilha do Campeche, em Florianópolis, entram no terceiro dia. Na manhã desta quarta-feira, os bombeiros do Grupo de Busca e Salvamento (GBS) retomaram as atividades e seguem na procura pelo empresário Róbson Guimarães e pelo piloto Marlon Neves.

Os bombeiros utilizam um aparelho chamado sonar, que auxilia na varredura do mar através da emissão de ondas mecânicas de alta frequência. Na terça-feira, o aparelho apresentou defeitos que já foram consertados.

 

O helicóptero Arcanjo fez uma varredura no início da manhã e seguirá com sobrevoos esporádicos na região. Segundo o comandante da unidade, Capitão Gerson Ferreira, várias peças foram resgatadas praias ao leste de Florianópolis:

— Estamos aumentando aos poucos a área de buscas. Além disso, estamos resgatando vários destroços da carcaça da aeronave em praias vizinhas e entregando-as à Aeronáutica.

A previsão dos bombeiros é que as buscas sigam até que sejam encontrados os dois desaparecidos e que cabine do monomotor TBM 900 seja resgatada.

 

O Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa V), braço da Força Aérea Brasileira, irá investigar as causas do acidente. Mas, segundo nota divulgada para a FAB, ainda é cedo para “levantar hipóteses sobre os fatores que contribuíram para o acidente”.

Facebook Comments