ENTREVISTA: WANIR CAVALHEIRO

Wanir Cavelheiro,peemedebista histórico
Wanir Cavalheiro: Confúcio sai a reeleição

Prosseguindo com a série de entrevistas ao site +RO, trazemos as impressões do técnico em prótese dentária e em farmácia, Wanir Cavalheiro, 61 anos, nascido em Goiás Velho (GO).  Estado de Goiás. Separado, pai de seis filhos (todos maiores), trabalha como Assessor Especial no gabinete do Governador do Estado de Rondônia. Filiado ao PMDB desde 1981, diz que “com muito orgulho”. É católico, torce pelo Santos e tem a Paula Fernandes como melhor cantora da atualidade. Bem, Wanir Cavalheiro, como disse, é peemedebista histórico. Participa da vida política como um vício. Está sempre por perto das grandes decisões que envolvem a agremiação. Na entrevista ele reafirma que o governador Confúcio Moura é candidatíssimo à reeleição com apoio total do partido.  Cavalheiro foi presidente do Comitê da Cidadania em Rondônia, responsável por várias campanhas humanitárias, dentre elas a “Campanha do Natal Sem Fome”, na cidade de Ji-Paraná, que distribuiu quarenta toneladas de alimentos para famílias carentes do município, totalizando 1.200 um mil cestas básicas. Foi um dos fundadores da “Federação de Associações de Bairros” e atuou como vice-presidente durante nove anos.

 

+RO:- Como você vê o governo Dilma e o que achou do governo Lula no ponto de vista político e social?

Vejo o Governo Dilma com bons olhos, principalmente no combate à pobreza e há também, muitos investimentos nos setores de moradias e saúde! Que são os maiores destaque! O Governo Lula, teve altos e baixos, foi muito infeliz nas escolhas de muitos ministros e teve o seu mandato em cheque!  Mesmo assim o Brasil avançou bastante, mas poderia ser melhor! Porque o mesmo pegou um País administrativamente enxuto!…Se não fosse o mensalão, eu diria que foi bom!

 

Wanir com o governador Confúcio Moura
Wanir com o governador Confúcio Moura

+RO:- Como você vê o governo Confúcio Moura? Nota de zero a 10.

Eu sou suspeito a falar, mas falarei sem nenhuma paixão! O governador Confúcio Moura, recebeu o Estado de Rondônia sucateado em todos os setores. Exemplo: o desgoverno anterior desmontou todas as secretárias de estados e esparramou-as, como “merda de vaca” por toda a cidade, mesmo sem condições de trabalho para os nossos guerreiros funcionários públicos!  Desculpa a expressão, mas, foi isso mesmo que ocorreu.  Aí vieram as greves dos sindicatos, pedindo aumentos e melhores condições de trabalho. E os mesmos estavam certos, pois o desgoverno anterior foi um grande irresponsável e não pensou no bem estar dos servidores e nem dos usuários e contribuintes. O governador Confúcio Moura administrou 17 greves e ouviu todos os segmentos, sem nenhuma truculência do lado do governador e nem uma baderna do lado grevista. A Saúde do Estado estava um caos. O Hospital Osvaldo Cruz foi uma dos piores desrespeitos com todos nós. Mas eu acho que está no fim o sofrimento do nosso povo! Está prestes a inaugurar o novo Hospital Osvaldo Cruz. Graças a Deus e a vontade política do governador Confúcio Moura de querer resolver as demandas da saúde do povo do Estado de Rondônia.  Inaugurou também o novo Hospital da Criança Cosme e Damião com o triplo de atendimento, equipou o Hospital João Paulo II, fez a rede de tratamento do esgoto do hospital JP II.  Construiu mais 25 UTIs, para atender melhor os nossos pacientes. Construiu 120 leitos no Hospital de Base, inaugurou com todos os equipamentos o Hospital Regional de Cacoal, inaugurou e equipou o hospital Regional de São Francisco, atendeu todos os municípios sem questionar cores partidárias, na área de saúde, infraestrutura, casas populares, limpezas de ruas, asfaltos, etc. E agora o novo projeto: construção do novo Hospital João Paulo II, que com certeza vai atender a nossa demanda pelos próximos 20 anos.  O Projeto Estradão é um destaque ímpar, pois já foi feito o dobro de estradas que o desgoverno de oito anos. Em Porto Velho, já foram construídas quase cinco mil casas populares para famílias de baixa renda e serão construídas mais sete mil até o final do governo de Confúcio Moura. Estão sendo asfaltados 150 quilômetros de ruas em Porto Velho, coisa que governo de oito anos não asfaltou nem um palmo. Minha nota é 9.

Wanir, de frente para a prefeitura de Porto Velho
Wanir, de frente para a prefeitura de Porto Velho

+RO:- Como você vê a administração Mauro Nazif? Nota de zero a 10.

O Caos se instalou em Porto Velho, pois o prefeito está sem rumo para com os munícipes. Não fez nada até agora não tem projetos ainda para este ano. Onde foram gastos um bilhão de reais que foi o orçamento do ano passado?  O povo precisa saber disso! O que eu vejo na administração Nazif?  Na verdade, não vejo nada, pois, até agora não fez nada que possa avaliar ou achar!  Infelizmente para nós que gostamos de nossa Cidade! A minha nota é 2!

+RO:- Como você a atuação da Assembléia Legislativa? Nota de zero a 10.

No administrativo é uma negação.  Veja bem!  Os corruptos na Assembléia foram julgados de mentirinha e sorriram de todo o povo. Esperamos que agora que é ano de eleição o eleitor possa dar a sua legitima opinião sobre tudo isso. É preciso renovar 80%. Minha nota é 4!

+RO:- Como você vê a atuação da Câmara dos Vereadores? Nota de zero a 10.

 

PÉSSIMO!… Pois aconteceram as irregularidades, os corruptos foram presos e veio o julgamento e todos foram absolvidos.  Passaram as mãos nas cabeças dos colegas e sorriram das autoridades e do povo. Minha nota é 2.

Wanir discursando em evento político
Wanir discursando em evento político

+RO:- Vai sair candidato nestas eleições? Se sim, a que?

Tenho vontade sim, de ter um mandato. Para mostrar aos maus políticos que é possível sim. Administrar um mandato e cumpri-los sem levar o nome de ladrão. Pois eu entendo que, a política é a arte de servir. Não se pode de maneira nenhuma enganar a boa fé dos que lhe deram um mandato. Estou postulando junto ao meu partido a candidatura a deputado federal.  Mas, está nas mãos de Deus. Porque tudo que faço na vida, Deus vem em primeiro lugar.

+RO:- Em sua opinião, o que faltou na Operação Apocalipse? Faltaram mais prisões, punições, cassações de mandatos?

Eu acho que faltou foi o respeito à lei e o cumprimento da mesma, como por exemplo, cassar quem realmente faltou com o decora parlamentar. Quanto à operação Apocalipse, parabenizo ao Secretário de Segurança, e digo mais:  deveria haver operação desta para melhorar a confiança do povo nos agentes da lei. Lógico tudo dentro do respeito ao cidadão de bem e com verdadeiras provas. Que não haja dúvidas da Justiça de condenar os maus elementos.

+RO:- Em sua opinião, quais deputados federais mais se destacaram? Por quê?

Na verdade este ano foi um ano atípico em que nenhum deputado teve uma ação que merecessem destaque. Exemplo: Na transposição poderiam ter entrado de cabeça e terem resolvidos as injustiças que fizeram com Rondônia e com os nossos servidores, desde a época do governador Jerônimo Santana.  E a nossa bancada foi omissa e ficaram mudos e surdos! Ficaram calados e mocos! O governador Confúcio Moura está trabalhando muito para que saia a transposição o mais rápido possível. Eu não vi nenhuma emenda da bancada federal, que fizessem à diferença para merecer destaque.  Portanto, eu acho que haverá uma grande renovação também no Congresso Nacional. Haverá uma renovação de 70%!

+RO:- Em sua opinião, qual dos senadores mais se destacou? Por quê?

O senador que mais se destacou em primeiro lugar foi Valdir Raupp e em segundo lugar foi Acir Gurgacz.

+RO:- Você que é da casa, Confúcio Moura sai ou não à reeleição?

 

É o candidato único do PMDB. A não ser que o mesmo não queira!  Mas, ele quer e tem uma grande chance de ganhar no primeiro turno!

 

+RO:- Em sua opinião, Rondônia tem liderança política nata ou ainda vai se consolidar politicamente, como Amazonas, Acre, Pará, etc?

Rondônia já tem algumas lideranças sim, mas não estão consolidadas, pois estão ganhando eleições com abusos financeiros, com barganhas de favores de grupos de interesses escusos, como vimos na Câmara Municipal e na Assembléia Legislativa. Com esta nova etapa da lei ficha limpa, eu acho que vai melhorar a qualidade dos nossos políticos do Brasil inteiro.

+RO:- Em sua opinião, o que faltou no governo Confúcio, para dar nota 10?

Faltaram mais empenho e rapidez de alguns secretários nos encaminhamentos dos projetos prioritários de Governo.  Tanto que foram substituídos para que a carruagem seguisse em sintonia!  E os projetos saíssem do papel. O que mais prejudicou o andar da carruagem foi ter recebido um Estado desarrumado, sucateado e sem nenhum projeto de grande importância.  Ao exemplo da CAERD. Houve tantos erros nos projetos que o governador teve que mandar fazer tudo outra vez. Mas, falta ainda um ano de Governo. O governador ainda terá muito tempo e vai alcançar a nota 10. Com toda certeza!

+RO:- Porto Velho tem como melhorar? Em sua opinião, o que falta em Porto Velho?

Falta um choque de gestão, falta uma administração séria e sem roubalheira. Falta o povo ser mais participativos das ações do gestor, quanto ao gasto do dinheiro público. Falta prefeito municipal ter senso de patriotismo e administrar os recursos municipais com seriedade. Falta a vontade política de resolver as grandes demandas do município!  Exemplo: os alagamentos e o terror no trânsito que mata mais gente aqui nas ruas de Porto Velho, do na guerra do Afeganistão.

 

+RO:- Wanir, você sempre foi um PMDB fiel. Como você vê a fidelidade e a solidariedade petista, quando vemos uns ajudando os outros? Por exemplo, petistas doando dinheiro para pagar multas de condenados pelo STF…

Eu não vi o critério de como foram feitas as doações.  Não sei quem doou e se quem doou tem como doar. Ou seja, será que não merece melhor explicações, da onde que vieram estas doações?  E porque o fazem? É uma pergunta que todo o povo faz e seria importante serem respondidas.

+RO:- O PMDB de Rondônia está unido?

Na reeleição do governador Confúcio Moura sim! Seremos todos como um só corpo, para que Rondônia tenha mais quatro anos de governo de Confúcio Moura e de governo do PMDB.

+RO:- Em sua opinião, Rondônia tem cultura? Os eventos culturais estão a contento?

Claro que Rondônia tem cultura, mas os eventos culturais deixam a desejar, porque os empresários ainda não acordam que os eventos regionais sãos benéficos as suas empresas. Eles ainda não perceberam que podem lucrar com isso fazendo patrocínio dos mesmos e recebendo dividendo e lucros com o investimento. Tomara que os nossos empresários entendam o quanto é importante suas participações e patrocínios, para que o Estado não precise colocar recursos públicos em eventos populares. Eu acho que os empresários locais tem como bancar todos os eventos de grande porte em nosso Estado.

+RO:- Como você vê a chegada (finalmente) do Teatro Estadual que inaugura em abril?

 

Vejo com bons olhos, porque o teatro era os sonhos de todos os nossos artistas regionais e do nosso povo. Espero que agora os nossos artistas estejam realmente preparados para fazerem bonito como é bela a nossa cultura e a nossa arte regional. Rondônia estava à espera deste empreendimento há muito tempo. Parabéns Porto Velho, parabéns a todos os nossos artistas regionais e parabéns ao nosso povo que merece o que está preste a ser inaugurado.

+RO:- Que personalidade do mundo cultural (já falecido) deveria dar nome ao teatro estadual?

 

Não sei más tem tantos grandes artistas, que ora me falta nomes. Talvez, Chico Anísio.

 

+RO:- Como você vê nome de escolas públicas homenagearem familiares de políticos corruptos?

Com mau gosto, com muita repudia e como mau exemplo aos estudantes. Maus políticos não deveriam fazer parte da história.

+RO:- O Programa Mais Médico, do governo federal, foi uma boa iniciativa do Governo Federal?

Com certeza, pois estavam faltando profissionais de saúde em todo o Brasil. Foi uma boa iniciativa sim, porque é muito bom termos um pouco de concorrentes e quem ganha com isso é o cidadão que mais precisa.

+RO:- Como você vê atuação liberal do Papa Francisco, é uma nova era da religião católica?

Os tempos estão mudando, e a Igreja Católica tem de se adequar para que possa sobreviver neste mundo moderno, se não vai perder muitos irmãos de fé. Mas não deve cair no ridículo da banalidade.

+RO:- Você é contra ou a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Por quê?

 

Não sou contra e nem a favor. Porque cada um viva, como achar que deve.

 

+RO:- Como você vê o fenômeno das redes sociais? Veio para ficar?

Eu vejo as redes sociais como fenômeno realmente, e veio pra ficar sim! Está preenchendo os espaços e diminuindo as distancias do nosso universo. As relações estão cada vez mais globalizadas.

+RO:- As redes sociais podem ser prejudiciais?

Eu acho que não desde que sejam usadas com responsabilidades e respeito aos outros, mesmo que distantes.

+RO:- Com o advento da internet, como fica a relação eleitor/político?

 

Eu acho que ficaram ótimas, para aqueles que estão com fichas limpas, pois não tem nada a temer. De agora em diante poderemos ter em tempo real, todas as informações necessárias para poder aproveitar o nosso voto em candidatos do bem.

 

+RO:- A internet torna tudo mais transparente?

 

Com certeza que sim, ficou mais fácil saber em quem estamos apostando as nossas fichas.

 

+RO:- O que você mais aproveita das redes sociais?

 

Um pouco de tudo: aprendizado no relacionar com outras pessoas, mesmo estando longe, informações de outras culturas e trocas de experiências no sentido de conhecimentos gerais. E

 

Facebook Comments