Uma ocorrência policial, de número 49952/2021, foi registrada no início da tarde desta quinta-feira (8) contra o deputado estadual José Geraldo Santos Alves Pinheiro, o “Geraldo da Rondônia”, por agressões físicas contra um segurança e ameaças proferidas a uma funcionária da Empresa Energisa.

Segundo o boletim de ocorrência, tudo começou quando Geraldo da Rondônia chegou na sede da Energisa se identificando como deputado e dizendo que queria falar com o diretor.

Uma funcionária da empresa disse que o diretor não estava, mas Geraldo insistiu e ameaçou agredi-la se ele não entrasse no local.

O vigilante da Energisa foi solicitado para tentar impedir que Geraldo invadisse o local. O deputado teria então começado a falar palavras de baixo calão e agredido o trabalhador com socos e chutes. Teria dito ainda que o homem iria morrer.

A funcionária da Energisa disse que Geraldo ameaçou atear fogo na empresa. Após a chegada de outras pessoas, Geraldo se acalmou e uma equipe de segurança da Assembleia Legislativa o retirou do local.

Questionado, o deputado disse aos policiais que foi agredido, mas não queria registrar uma ocorrência e nem fazer exame de corpo de delito.

Fonte: Rondoniagora

Facebook Comments