O discurso é pela família, contra a corrupção, a ética e a moralidade. Mas a prática é outra. Ao longo da sessão que enterrou a denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, na Câmara, o deputado Wladimir Costa, aquele que tatuou o nome do presidente no ombro, ficou teclando no Whatsapp em conversas nada republicanas enquanto os outros parlamentares tratavam de um assunto bem mais sério.

Deputado Wladimir Costa (SD-PA) é flagrado pedindo "nude" durante votação de denúncia contra Michel Temer

O flagrante é do fotógrafo Lula Marques. Nas imagens do celular do deputado, é possível ver ele pedindo fotos da “bunda” de uma garota e fica claro que o parlamentar está a importunando quando ela responde: “Vá tirar onda com outra. Não tenho estômago para isso”. Também é possível identificar que o deputado fala com mais de uma mulher, em conversas do mesmo teor, ao longo da votação.
Confira a sequência.

“Mostra a sua bunda, mostra, afinal não são suas profissões que a destacam como mulher, é sua bunda. Vai lá, põe aí, garota!”, escreveu o parlamentar a uma mulher identificada como M. Melo. Em outra mensagem, ela responde que o poderia “perder seu tempo com coisas mais interessantes”.

Deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) aparece sem camisa em cerimônia e expõe tatuagem com o nome de Temer

Facebook Comments