De olho na safrinha, produtores do Cone Sul de RO apostam em cultivares precoces de soja

embra2Com boas expectativas para a safra de soja deste ano, produtores do Cone Sul de Rondônia compareceram aos Dias de Campo de Soja da Embrapa, realizados no dia 20 de fevereiro em Vilhena e 23 em Cerejeiras. Eles foram em busca, principalmente, de cultivares precoces que potencializem a semeadura da safrinha, ou seja, segunda safra realizada com milho, sorgo, girassol e outras culturas. “A gente veio saber as novidades sobre a soja e cultivares que possam ser mais interessantes pra uma boa produção de soja e depois de safrinha também”, comenta do sojicultor Alisson Zamo, que possui 2.300 hectares de soja entre os municípios de Vilhena, Cabixi e Cerejeiras.

 

Os dias de campo nos dois municípios reuniram cerca de 180 produtores, empresários do agronegócio, técnicos e estudantes. De acordo com o pesquisador da Embrapa Soja, Rodrigo Brogin, a maior procura foi por cultivares de soja precoce. O público presente aos eventos pode conferir de perto as cultivares para fazer boas escolhas para a próxima safra. “No Cone Sul de Rondônia a safrinha já está bem estabelecida e a busca por cultivares mais precoces de soja foi a principal demanda e a Embrapa possui materiais que se encaixam bem neste sistema de produção da região, com bons potenciais produtivos. A Empresa tem materiais genéticos de soja que são referência e estão disponíveis aos produtores”, argumenta Brogin.

 

Para 2015 os sojicultores do Cone Sul estão com boas expectativas para a colheita. “Na minha propriedade estamos caminhando para uma produtividade média de 60 sacas/ha”, comenta o sojicultor de Vilhena, Reinaldo Cardim. Cerca de 70% da soja já foi colhida em Vilhena e em Cerejeiras a colheita está iniciando. O pesquisador da Embrapa Rondônia, Vicente Godinho, explica que a boa distribuição de chuvas, diferentemente de outros locais do país, está favorecendo uma boa produtividade do grão na região, que deve manter a média de 54 sacas/ha, maior que a nacional (47 sacas/ha, safra 2013/14 – Conab, 2015).

 

No entanto, o pesquisador destaca que as altas produtividades não têm sido o foco. “Hoje a preocupação dos produtores é com o conjunto de produção (safra e safrinha) durante o ano. Por isso a busca por cultivares de soja mais precoces e produtivas, que proporcionem uma segunda safra também com boas produtividades. Para se ter uma ideia, colhe-se mais milho na safrinha do que na safra”, diz Godinho. No Cone Sul do estado a soja é majoritariamente cultivada na primeira safra e o milho é a escolha em 80% dos casos de uma safrinha, seguido pelo capim, sorgo e girassol.

 

Programação dos Dias de Campo de Soja 2015

 

Os Dias de Campo de Soja da Embrapa em Rondônia seguem para Castanheiras no dia 25/2, às 8h30, na Fazenda Maia, Kapa Zero, próximo à Jardinópolis; e se encerram em Porto Velho, no dia 3/3, às 8h30, no Campo Experimental da Embrapa Rondônia, BR 364, Km 5,5.

 

Parceiros

Os Dias de Campo de Soja 2015 em Rondônia é uma realização da Embrapa e com o patrocínio da Central Agrícola, FMC, J&H Sementes, BS&A, Sementes Ouro verde, Sementes Quati, Menegaz e Yara. Conta também com o apoio do Programa Soja Livre, Ifro, Epamig, Fundação Triângulo, Fundação BA, Idaron, Emater, CTPA, Aprosoja e Fundação Cerrados.

 

Facebook Comments