O secretário de Estado de Saúde, Fernando Máximo, informou nesta quarta-feira (22), durante entrevista coletiva, que dos quase 1,2 mil servidores do Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, quase 200 já realizaram exames para Covid-19 em Porto Velho. Desses, 45 testaram positivo para a doença, 61 tiveram resultado negativo e já voltaram aos postos de trabalho e outros 60 continuam afastados aguardando resultados. Na segunda-feira (20), o número era de 26 infectados

“Montamos uma estrutura paralela para testar esses servidores, mesmo aqueles sem sintomas que puderam ter tido contato com servidores já positivados”, disse Máximo.

Médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e técnicos de laboratório tiveram contato com um paciente infectado no “CoronaFest” e a partir disso começaram a ter sintomas sugestivos para a doença. Por isso, o aumento no número de infectados entre profissionais da saúde é tratado como consequência de festas realizadas na capital durante a pandemia.

O secretário informou que dois servidores do Hospital João Paulo II positivados com coronavírus estão internados no Cemetron. O estado de saúde deles é considerado estável. Os demais profissionais que foram contaminados com a doença estão se recuperando em casa e com sintomas leves.

Casos em Rondônia

O número de casos diagnosticados do novo coronavírus subiu para 223 em Rondônia na terça-feira (21), 29 a mais do que o balanço anterior divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) na segunda-feira (20). Uma nova morte por Covid-19 também foi confirmada, totalizando cinco no estado.

As 223 confirmações estão divididas em:

  • 163 em Porto Velho;
  • 39 em Ariquemes;
  • 7 em Ji-Paraná;
  • 6 em Ouro Preto do Oeste;
  • 3 em Rolim de Moura;
  • 1 em Alto Paraíso;
  • 1 em Buritis;
  • 1 em Jaru;
  • 1 Pimenta Bueno;
  • 1 em Vilhena.
Facebook Comments