O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, informou durante coletiva de imprensa, realizada na manhã desta segunda-feira (20), que 26 profissionais da saúde que atuam no Pronto Socorro João Paulo II de Porto Velho, testaram positivo para o Coronavírus. No total, 85 servidores foram afastados de suas funções.

Segundo Fernando Máximo, a coleta de material para a realização do exame dos profissionais está sendo feita na Assistência Médica Intensiva (AMI). “É um número muito grande de profissionais afastados e assusta a gente”, disse.

Ainda de acordo com o secretário, outros 59 profissionais estão aguardando o resultado do exame e 19 destes feitos em servidores, deram negativo e eles retornaram para o trabalho.

A Sesau informou que um médico residente, lotado no Hospital de Base, positivou para Covid-19.

No domingo foram confirmados 32 novos casos de Covid-19 em Rondônia; 22 casos em Porto Velho, sendo nove mulheres (25, 30, 32, 26, 35, 36, 38, 50, 66 anos de idade) e 10 homens (26, 29, três de 33 anos, 47, 51, 56, 66 e 67 anos de idade). Também foram confirmados três casos em crianças, uma do sexo feminino (9 anos) e duas do sexo masculino (2 e 7 anos de idade).

Foram confirmados, ainda, nove novos casos no município de Ariquemes, sendo quatro mulheres (34, 35, 36 e 46 anos), três homens (23, 36 e 50 anos), uma criança do sexo feminino (7 anos) e uma do sexo masculino (10 anos de idade). Também foi confirmado um caso positivo de Ji-Paraná, uma mulher de 30 anos de idade.

Sobre pacientes internados, Fernando Máximo informou que cinco pessoas estão internadas no Cemetron, sendo três na enfermaria e dois na UTI. Em Cacoal, dois pacientes estão internados, sendo que um está na UTI.

Os 160 casos confirmados para Covid-19 são nas seguintes localidades: 110 em Porto Velho; 30 em Ariquemes; sete em Ji-Paraná, seis em Ouro Preto do Oeste; três em Rolim de Moura; um em Alto Paraíso, um em Buritis; um em Jaru e um em Vilhena.

Fonte: Mais RO

 

Facebook Comments