Coluna Zona Franca

0
220

SINJUR

SINJUR: Comissão Eleitoral atesta aptidão da Chapa 1, exclui candidato e membros da Chapa 2 e não Homologa Chapa 3A uma semana das eleições para a nova diretoria do SINJUR Rondônia, a disputa é cercada por polêmicas, escândalos e golpes aqui e ali. O mais recente imbróglio é a exclusão de duas chapas concorrentes (2 e 3), ficando apenas uma chapa, a apoiada pela atual presidenta da entidade. A Comissão Eleitoral que conduz os trabalhos da eleição para presidência do SINJUR no triênio 2024/2026, reunida no último domingo, 19, após “análise criteriosa das chapas, à luz do rigoroso cumprimento do Estatuto da Entidade”, decidiu excluir as duas chapas, deixando o pleito, por enquanto, com chapa única.

SINJUR 2

As duas chapas excluídas não cumpriram com rigor as rigorosas linhas e sublinhas do edital, como participar quase que integralmente à todas as assembleias da entidade. A lupa da Comissão Eleitoral não viu nada que desabone a inscrição da Chapa 1, apoiada pela atual presidente. Se assim o Edital o permitir, a Chapa 1 vai ganhar por WxO. Risos.

Porto Velho-Manaus

A recuperação e pavimentação da BR-319, trecho que liga a capital de Rondônia à capital do Amazonas, não está no cronograma do Novo PAC lançado em agosto pelo presidente Lula. Por questões ambientais. Neste sentido, o senador Confúcio Moura (MDB-RO), publicou um artigo (leia AQUI), onde detalha os cuidados necessários para que se dê uma solução para esta importante via. Moura ponderou que essa obra “não deve ser concebida atabalhoadamente, sem regras e na base de uma esfarrapada lei da colonização a qualquer custo”. Para o senador, o caso da BR-319 requer “todo cuidado, paciência e respeito à Natureza. Nela está grande parte de nossa sobrevivência neste Planeta. Nada de facilitar o abate ou a fuga desesperada de animais, muitíssimo menos de se deixar levar toras de árvores em extinção. Basta! Isso já ocorre noutras regiões de nossa imensa Amazônia, inclusive na fronteira brasileira com o Peru”.

Porto Velho-Manaus 2

O Ministério dos Transportes começou a fazer estudos socioambientais na BR-319, a fim de avaliar possíveis impactos na reabertura da rodovia aberta nos anos 1970. O estudo deverá demorar 90 dias. Novos debates virão, com a participação de diversos órgãos públicos e entidades. Fiscalização rígida evitaria agressões contra a fauna e flora. Confúcio Moura, que é presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura, participou de reunião no Palácio do Planalto com o presidente Lula, na qual se deliberou que a BR-319 será uma estrada-parque com todos os cuidados de proteção. Aplausos!

Ponte binacional

E a ponte que ligará o Brasil à Bolívia em Guajará-Mirim (RO) vai sair mesmo. O Hospital de Guajará-Mirim está sendo realmente concluído. Ok. Mas, a cidade está preparada para o crescimento, para o desenvolvimento que virá com a ponte? Com certeza a cidade crescerá em termos populacionais. Daí a pergunta: a cidade está preparada? Já existem estudos para a construção de moradias, novas escolas, postos de saúde, por exemplo? E na questão da segurança? Haverá concursos para a contratação de mais policiais (PM, PC, PRF e PF) para a região? Ou vão esperar o problema surgir para posteriormente (à duras penas) resolver? É necessário se antecipar aos fatos.

Chora, Argentina!

Bom, esse é o novo presidente da Argentina, que assume no próximo dia 10 de dezembro. Javier Milei, que prometeu dinamitar o Banco Central e aprovar a venda de órgãos humanos, tem tudo para dar certo. Nooooosssa. Como vai dar certo! Um maluco governando um país alegre como a Argentina, terra do Papa Francisco, tem tudo para dar certo. Parabéns, argentinos. Vocês merecem chupar essa manga. Nós já passamos por isso.

Lula não vai

Pode ser uma imagem de texto que diz "Lula deve disponibilizar aviões da FAB para bolsonaristas que queiram se mudar para a Argentina"Por motivos alheios à vontade de Lula, o presidente do Brasil não irá a posse de Milei. Em vez disso, vai disponibilizar o avião presidencial para os bolsonaristas que desejam ir e aproveitar para ficar por lá mesmo. O nome da operação é “Vá com Deus”. Com isso, Lula demonstra que é um democrata, um político sem viés ideológico.

Lula não vai 2

Pode ser uma imagem de aeronave e textoHumor à parte, o presidente Lula deve aguardar as primeiras medidas a serem anunciadas pelo presidente eleito da Argentina para definir como agir em relação ao país vizinho. A expectativa é que Milei seja pragmático, mas o convite a Jair Bolsonaro (PL) para ir a sua posse em dezembro foi visto como um sinal negativo para o futuro da relação. Enquanto Lula aguarda os desdobramentos da mudança de comando na Argentina, ele deve escalar seus ministros para fazer o embate político a eventuais ataques de Milei.

Cadafalso

O destino do governador de Rondônia, Marcos Rocha (União Brasil), está quase selado. Chegou à reta final a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), impetrada pelo PL em Rondônia e que pode levar a cassação dos diplomas do governador Marcos Rocha e seu vice, Sérgio Gonçalves. O então candidato ao governo, senador Marcos Rogério (PL-RO),  acusa o governante por suposta compra de votos. No pedido o PL pede a cassação dos diplomas e a inelegibilidade por oito anos.

Eleições  2024

Caso o governador tenha seu mandato cassado (é quase pule de dez que ocorra), haverá mudanças na disputa pela prefeitura de Porto Velho. O fato fortalecerá o (a) candidato (a) do prefeito, Hildon Chaves (União Brasil). Certamente, a oposição também se fortalecerá, evidenciando a necessidade da criação de um frentão com um candidato competitivo.

Eleições  2024 -2

É bem possível que esse “frentão” seja constituído envolvendo os partidos PT, PV, PCdoB, PSB, MDB, PSD, Solidariedade, Rede e PSOL. Desses partidos, há interesse do PSB e MDB em indicar nomes para prefeito e vice. O PT da capital está priorizando apenas eleger vereadores, de dois a três. Uma chapa com Vinícius Miguel (PSB) e Williames Pimentel (MDB), à prefeito e vice, seria imbatível. Há articulações neste sentido, nos bastidores.

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político.

Informações para a coluna:  [email protected]

(*) O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Mais RO não tem responsabilidade legal pela opinião, que é exclusiva do autor.