Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

Por Roberto Kuppê (*)

Cachorrada contra Marielle

O deputado federal Léo Moraes (Podemos-RO), deve ter participado sem querer, equivocadamente, de ato contra uma homenagem que estava sendo feita no Salão Verde da Câmara dos Deputados, ontem, alusivo à um ano do brutal assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). Aquilo foi uma cachorrada organizada pelo “cidadão de bem” Daniel Silveira (PSL-RJ), mais conhecido por quebrar uma placa de rua em homenagem à Marielle, que morreu defendendo as minorias, os negros, LGBTTs e as mulheres. Léo que vem ascendendo politicamente de forma meteórica, já se posicionou a favor da reforma da Previdência.

Marielle no Mundo

Enquanto parlamentares brancos, ricos e bem nutridos desdenhavam, a vereadora e militante de direitos humanos Marielle Franco foi lembrada em atos ao redor do mundo, nesta quarta-feira (14), um ano após seu assassinato. Em diversos países, brasileiros residentes no exterior e estrangeiros prestaram homenagens à vereadora e a seu motorista, Anderson Gomes, que foram executados após a saída de uma atividade de encontro entre mulheres negras no Rio de Janeiro (RJ).

Nossa direita e torta

Foram encontrados 117 fuzis de extrema potência numa mansão, no condomínio Vivendas, na Barra da Tijuca, bairro de milionários e emergentes, situado no Rio de Janeiro. Ponto. O colunista não viu nenhum parlamentar de direita, se posicionar contra o achado, ou seja, debater sobre a origem do armamento bélico. Por que será que só a esquerda questionou?

Nova Zelândia

A coluna recebeu três vídeos do massacre numa mesquita na Nova Zelândia, onde, hoje um extremista de direita matou cerca de 50 pessoas. Sozinho. O terrorista portava um fuzil semelhante ao encontrado no Rio de Janeiro. A ação se assemelha ao ocorrido há dois dias em Suzano, no Brasil. Por óbvio a coluna não vai divulgar os vídeos, de extrema brutalidade. Que nossos parlamentares impeçam a liberação de armas no Brasil. O fim será trágico para todos nós.

Mais gente de bem

Virgílio Gomes Oliveira, é um próspero empresário de Guajará-Mirim, fervoroso seguidor do bolsonarismo, ou seja, é “gente de bem”. Famoso por suas postagens anti-PT, principalmente, por enxovalhar a conduta de Lula. Pois bem. Ontem ele foi convidado a dar um passeio no Uber da PF. Segundo a Operação Dracma, da Polícia Federal, ele não é, exatamente, o que prega nas redes sociais. Muito pelo contrário.

Sobre bullyng

O bullyng é como se você levasse um tapa na cara e não pudesse revidar. Como não pode reagir aquilo fica no inconsciente até explodir. O assunto deve ser tratado em sala de aula, como parte de um ensino que deve incluir educação sexual, moral e civismo. Ao aprender respeitar e ser respeitado, o estudante se prepara para uma vida adulta sem homofobia, sem feminícídio, sem racismo ou qualquer tipo de preconceito. Ocorre que esta turma que está no governo pensa resolver tudo na bala.

Turismo em RO

Segundo o turismólogo Cléris Kussler, do Sebrae, cerca de  230.975 pessoas chegam a Porto Velho por mês, seja por via terrestre, fluvial, ou aérea. E a média de tempo que costumam ficar na cidade é de 3.9 dias. Os turistas, segundo a pesquisa, gastam R$ 224 por dia, o que multiplicado por 12 meses, gera uma economia de R$ 2 bilhões anuais para Porto Velho. Para alavancar o setor, foi realizado o Encontro de Prefeitos, Secretários e Empresas do Trade Turístico de Rondônia, que aconteceu de quarta e quinta-feira (13 e 14) em Ouro Preto D’Oeste.

Prefeito empreendedor

Daniel Pereira, diretor do Sebrae-RO

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Rondônia (Sebrae) reuniu uma comissão de julgadores nesta quarta-feira (13) para avaliar os melhores projetos apresentados durante o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, na etapa regional. Dos 36 projetos inscritos, foram selecionadas para esta etapa final 16 iniciativas.  Já na fase final, a comissão julgadora foi composta por entidades parceiras que, de alguma maneira, se relacionam com a municipalidade: Universidade Federal de Rondônia (Unir), Serviço Nacional de Aprendizagem (Senai), Associação Rondoniense de Municípios (Arom), Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/Profaz), Federação das Indústrias de Rondônia (Fiero), além do próprio Sebrae em Rondônia, por meio de seu Conselho Deliberativo Estadual (CDE).  Para o Diretor Superintendente do Sebrae em Rondônia, Daniel Pereira, a iniciativa é mais uma ação de fomento aos pequenos negócios: “Conheço a realidade de praticamente todos os municípios de Rondônia e existem grande iniciativas que devem ser reconhecidas, até mesmo para estimular que nos próximos anos atinjamos se não todos os municípios, mas quase todos na inscrição do 11º prêmio”. O Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor é uma forma de reconhecer e incentivar os gestores municipais que implementam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e crescimento dos pequenos negócios, com base na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. A solenidade em que os vencedores serão conhecidos e os participantes receberão homenagens está agendada para o dia 2 de abril, em local ainda a ser divulgado.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments