Centenas de pessoas fazem fila na busca por uma dose da vacina contra a Covid em Porto Velho — Foto: Iule Vargas/Rede Amazônica

Uma fila de centenas de pessoas foi registrada no local de aplicação da 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em Porto Velho, nesta terça-feira (18). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), a aglomeração foi causada por pessoas que buscavam a 2ª dose da CoronaVac, que não está disponível na capital.

Conforme a Semusa, nesta terça-feira (18), apenas pessoas acima de 50 anos que possuam alguma comorbidade e que tenham feito o agendamento no App Sasi podem receber a imunização.

É importante lembrar que somente primeiras doses são aplicadas no Campus I da Faculdade Uniron, localizado na Avenida Mamoré. As segundas doses acontecem no campus II do Centro Universitário São Lucas, na rua João Goulart.

Segunda dose da CoronaVac

 

De acordo com a secretária municipal de saúde, Eliana Pasini, atualmente cerca de 5 mil pessoas aguardam a segunda dose da CoronaVac somente em Porto Velho. Entretanto, a capital não possui nenhuma dose do imunizante disponível.

Conforme o governo de Rondônia, a estimativa é que chegue mais 25.600 doses da CoronaVac ao estado nesta terça-feira (18). Após a chegada e distribuição aos municípios, a previsão é imunizar todos que aguardam a 2ª dose ainda nesta semana, sendo 2.500 pessoas na quarta (19) e as outras 2.500 na quinta (20).

Conforme a secretária, a prefeitura vai divulgar quem deve comparecer ao local de vacinação para receber a 2ª dose da CoronaVac mediante a data de recebimento da 1ª aplicação.

“Amanhã (19) e depois (20), se der tudo certo, a gente pretende vacinar todos aqueles que estão em atraso. Nós vamos avisar mediante o dia que ele tomou a primeira dose quais devem comparecer amanhã”, explicou Eliana Pasini.

Aplicativo SASI

Para receber o imunizante é necessário estar cadastrado no aplicativo Sasi. O App está disponível para smartphones Android e IOS. A ferramenta foi planejada para registrar informações sobre a população e facilitar o agendamento das vacinas conforme a faixa etária, comorbidades e grupos prioritários.

No momento do cadastro, o usuário deve ter em mãos um comprovante de residência, título de eleitor ou outro documento que comprove ser morador de Porto Velho.

O sistema é autoexplicativo e funcional e, para ativá-lo, o usuário deve digitar o código PVH21.

Fonte: G1

Facebook Comments