Camisa da Banda deste ano resgata tradição

CAMISETA-DA-BANDA-DO-VAI-QUEM-QUER-13-01-16-FOTO.-RONI-CARVALHO-38-copy-300x225“Á exemplo do início da Banda, este ano é uma camisa e não um abadá, que dá acesso ao cordão de isolamento do desfile”

Já dizia o saudoso Manelão, fundador da Banda do Vai Quem Quer, “a Banda desfila com foliões vestindo camisa, não abadá.  Isso não é coisa da nossa região”. É por este motivo, em respeito ao pai e principalmente para preservar a tradição, que a presidente da Banda do Vai Quem Quer, Siça Andrade, decidiu este ano investir um pouco mais e confeccionar, ao invés de  abadás, camisas que dão acesso ao cordão de isolamento do desfile.

Nos primeiros anos de desfile do hoje maior bloco de Carnaval da região Norte do Brasil, quando o general precisou organizar mais o desfile com segurança, banda de música, trios elétricos, apesar da resistência, tiveram que buscar uma forma de conseguir recursos para pagar o evento. Foi aí que colocou camisas à venda. “Mas da Banda, participa todo mundo. Com camisa, sem camisa. A Banda é de todos. Porém, digo sempre que quem nos ajuda a colocar o bloco na rua são estes foliões que compram a camisa”, ressaltou a presidente da BVQQ, Siça Andrade.

Pontos de vendas

As camisas oficias da BVQQ deste ano já estão à venda custando R$50 ( a unidade). Podem ser encontradas em todas as lojas Capri Bijuterias, Maria Louca ( antiga Hering da Carlos Gomes) e Lojas Real, (ao lado da Casa do Camarão, na Sete de Setembro). Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone: (69) 9242-7373.

Desfile

A BVQQ desfila pelas principais ruas da Capital no dia 06 de fevereiro, sábado de Carnaval. Com concentração a partir das 14h na Praça das Três Caixas D’água e desfile às 16h.

Fonte: Assessoria

Facebook Comments