Em Manaus fotos na internet mostram duas irmãs, da família que comanda uma das maiores universidades privadas da cidade, comemorando a vacinação.

Com o início da vacinação em todos os estados, em pelo menos cinco já há relatos de “fura-filas”: Amazonas, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

De acordo com O Globo, no locais há sinais de interferência política, com gestores de saúde ou pessoas ligadas a eles furando a fila de prioridade para receber a primeira dose. O Ministério Público investiga a situação.

Em Manaus, por exemplo, fotos na internet mostram duas irmãs, da família que comanda uma das maiores universidades privadas da cidade, comemorando a vacinação. Apesar de serem médicas, as duas foram nomeadas em cargos comissionados na Prefeitura de Manaus na véspera e no dia do início da vacinação na cidade.

“Nós não podemos deixar que grupos prioritários e pessoas com comorbidades que estão à frente de todo esse trabalho com Covid sejam substituídos por outros que têm condições de enfrentar esse trabalho com menos riscos”, afirmou, ao Globo, a procuradora de Justiça Silvana Nobre Cabral, coordenadora do Grupo de Covid-19 do MP do Amazonas.

Facebook Comments