abolsas.jpg__906x348_q85_crop_subsampling-2_upscaleA Secretaria de Aviação Civil (SAC) vai disponibilizar 65 bolsas para pessoas de baixa renda que querem se formar como pilotos de avião. Na primeira fase do Bolsa Piloto vão ser investidos R$ 1,4 milhões, recursos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

“Um dos desafios do desenvolvimento e otimização dos serviços de aviação civil é a qualificação de profissionais, que enfrenta limitações pelo alto custo e difícil acesso”, diz o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco. “É fundamental que somemos esforços institucionais para preencher a lacuna da formação e capacitação de pilotos”.

O programa deve primeiro elaborar o edital de credenciamento para as escolas de formação de pilotos de todo o Brasil. A Anac então vai selecionar os candidatos que preenchem os requisitos.

À SAC vai escolher os alunos por meio de processo seletivo que deve durar até quatro meses. Os futuros pilotos vão poder escolher onde desejam fazer o curso dentre as instituições credenciadas, respeitando o número de vagas

Facebook Comments