A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realizou na última sexta-feira (28), no auditório da Unopar, mais um aulão para alunos dos terceiros anos da rede pública de ensino de Porto Velho. O evento contou com a parceria da Faculdade de Rondônia (Faro).

Quase mil alunos lotaram o auditório para ouvir dicas e macetes que irão preparar melhor os alunos da rede pública para o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), e vestibulares que ainda ocorrem em várias universidades do país.

O Aulão é coordenado pela subgerência do Ensino Médio e é previsto no projeto “Mandando Bem no Enem” voltado aos alunos do 3º ano das escolas estaduais, com vistas a preparação ao exame, por meio de aulas dinâmicas, motivadoras e inovadoras.

Com isso, os alunos passam pela experiência de uma aula show dos componentes curriculares da Língua Portuguesa e Literatura, com o professor Marcos Neves Fonseca e Redação com a professora Heloisa Helena Ramos Santos, Física Renan de Souza Garcia e Biologia, Maria Geane Torres Vieira da Silva e Russimeire Paula Marques, sempre em consonância com a matriz de referência.

Neste aulão participaram alunos das Escolas Carmela Dutra, João Bento da Costa, Major Guapindaia, Estudo e Trabalho, Castelo Branco e Tiradentes I.

A tarde iniciou com o cantor e professor Silvinho Santos animando a garotada cantando sucessos da MPB, e ficou mais movimentada com a aula de alongamento da professora Sirlei Faial Dantas que fez todos saírem da cadeira e se movimentarem.

A expectativa era grande para o Aulão, como a aluno da Escola Tiradentes I, Amanda Melo, de 17 anos e aluna do 3º ano, que pela primeira vez participava de um evento desta natureza. “É diferente, né? Tem música, é uma aula mais animada e junto com outras escolas o que nos traz motivação para estudar ainda mais” afirmou Amanda.

A aluna do João Bento da Costa, Maria Irliane de Souza Oliveira, já participou de outros dois Aulões e afirmou que dá para entender coisas que não se aprende em sala de aula, pois “aprendemos nos divertindo, cantando e descontraindo”, refletiu.

Segundo ela, os conceitos da teoria de Karl Marx e Durkheim conseguiu entender melhor após um aulão na Escola Major Guapindaia, pois sentiu mais vontade de pesquisar pela forma como o conteúdo foi apresentado.

Fonte: Secom – Governo Rondônia

Facebook Comments