FAB investiga uso de imóvel funcional de sargento preso com cocaína

Irregularidades na ocupação do imóvel funcional que o sargento da Força Aérea Brasileira (FAB), Manoel Silva Rodrigues, preso com 39 de quilos de cocaína na Espanha, recebeu é alvo de investigação do governo federal.

Técnicos do Ministério da Defesa, responsável pelo apartamento, analisam se Rodrigues cumpriu todos os requisitos da portaria que regulamenta o uso das unidades, como pagamento de taxas, e se infringiu regras de ocupação (locação a terceiros ou empréstimos).

A suspeita é que o militar tenha se mudado e deixado no imóvel para a ex-mulher e os filhos. Se comprovado, Rodrigues descumpriu o regulamento da Secretaria de Patrimônio da União (SPU).

Fonte: Metrópoles

Facebook Comments