Vídeo: Mulher é atirada no chão e chutada por segurança de boate

Uma mulher foi agredida por uma segurança da People’s Lounge Bar, boate que fica na QS 03 de Taguatinga, entre a noite de sexta-feira (06/12/2019) e a madrugada de sábado (07/12/2019).

Na porta do estabelecimento, a funcionária deu um soco na jovem, bateu a cabeça dela no chão e a chutou. A moça ficou caída, sem se mexer. A segurança ainda arrastou a mulher pelas pernas para tirá-la do caminho de acesso à boate. Em seguida fechou a entrada com ajuda de um homem.

Tudo foi filmado e o vídeo com as imagens da agressão circulam nas redes sociais. Confira:

Em nota, a People’s Lounge Bar disse que solicitou à empresa terceirizada o afastamento da segurança. Afirmou, ainda, que ambas “estão sendo notificadas e responderão pelos seus atos”.

A vítima não foi identificada até a última atualização desta matéria. A 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) vai investigar o caso.

Embora não tenha registro de atendimento da Polícia Militar sobre a agressão contra a mulher, a corporação atuou duas vezes na mesma boate durante a madrugada de sábado: por volta das 3h30 um homem foi abordado com uma faca e às 4h30 outra pessoa foi presa por desacato e desobediência.

Veja, na íntegra, a nota da People’s Lounge Bar:

REPRODUÇÃO/FACEBOOKReprodução/Facebook

Em novembro do ano passado, dois adolescentes foram espancados por pelo menos 10 pessoas ao saírem de uma festa no mesmo local. Câmeras de segurança de um prédio próximo à People’s Lounge Bar registraram o momento em que um dos garotos é perseguido pelos agressores. O jovem, de 17 anos, chegou a entrar no carro de um amigo, mas acabou retirado do veículo pelos homens. Ele foi jogado no chão e recebeu diversos golpes. O condutor conseguiu sair do local ileso.

A mãe de uma das vítimas, um rapaz de 17 anos, relatou à reportagem que o filho foi levado desacordado ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), onde permaneceu internado por aproximadamente 24h.

“Agora, ele já está em casa. Meu filho não lembra de nada. Ele assumiu que bebeu bastante e estava curtindo com os amigos quando começou a confusão por causa de um narguilé e eles foram espancados pelos seguranças do estabelecimento”, disse a empresária Ana Cristina da Silva, 40, na ocasião.

Fonte: Metrópoles

Facebook Comments