Após a divulgação do vídeo ministerial citado por Sergio Moro como prova de que Bolsonaro quis inteferir na Polícia Federal para manipular resultados de investigações sobre sua família, outros fatos estarrecedores continuam surgindo. No caso de Damares Alves, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a ministra bolsonarista afirmou que o coronavírus foi levado intencionalmente a uma aldeia indígena como arma biológica por esquerdistas para incriminar Bolsonaro.

Número atual de mortos um mês após a fala de Damares

Nós recebemos a notícia que haveria contaminação criminosa, em Roraima e Amazonas, de propósito, em índios pra dizimar a aldeia e povos inteiros pra colocar nas costas do presidente Bolsonaro“, disse a ministra após relatar, ao presidente e a outros ministros, que esteve na Região para acompanhar o primeiro caso de um indígena do Brasil contaminado por coronavírus.

ASSISTA:

Fonte:Urbs Magna
Facebook Comments