O vice-governador de Rondônia, José Jordan, foi alvo da Operação Macchiato da Polícia Federal – PF deflagrada na manhã desta terça-feira (4), que visa desarticular grupo responsável pela prática de fraudes tributárias.

De acordo com informações do site Rondoniaovivo, mandados de busca e apreensão foram cumpridos na empresa do vice-governador, que atualmente é gerida pelo filho. O endereço de outras pessoas ligadas ao vice-governador também foi alvo dos federais.

A residência de Zé Jordan fica no município de Rolim de Moura, capital da Zona da Mata e de acordo com Polícia Federal, essa investigação tem como foco as ações empresarias do vice-governador, não tendo ligação com o seu cargo político.

Segundo informações da Polícia Federal, apenas uma das empresas investigadas, entre os anos de 2010 a 2019, movimentou mais de R$ 94 milhões de modo simulado, a partir de empresas com algum indício de fraude.

Após a conclusão das investigações, os envolvidos poderão ser indiciados pelos crimes de organização criminosa, “lavagem” de dinheiro, falsidade ideológica e por crimes contra a ordem tributária.

A assessoria de comunicação do Governo de Rondônia ainda não se manifestou sobre mais uma operação da PF envolvendo membros de seu alto escalão.

NR- A matéria foi atualizada às 13h10

Fonte: Mais RO

Facebook Comments