Em uma reunião realizada com apoiadores no bairro Agenor de Carvalho, o prefeito Hildon Chaves (PSDB), que concorre à reeleição com o número 45, relembrou a trajetória da educação básica do município de Porto Velho e as dificuldades enfrentadas ao longo da gestão para garantir mais escolas, mais profissionais e transporte de qualidade para os alunos da área rural.

Segundo Hildon Chaves, uma das maiores conquistas da educação de Porto Velho tem reconhecimento nacional. “Desde 2017, Porto Velho subiu 14 posições no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), passando da 38ª para a 24ª colocação em Rondônia. Há mais de dez anos a capital não avançava no índice do Ideb. Esses dados comprovam o trabalho que vem sendo feito pelos gestores, professores e colaboradores”, disse.

Outro ponto ressaltado pelo prefeito, foi referente a quebra da “máfia do transporte rural”. “Conseguimos resolver um dos maiores problemas da nossa educação rural com a aquisição de 146 ônibus no valor de R$ 38 milhões. Antes, os alunos eram transportados em ônibus sucateados e totalmente sem segurança e hoje já temos ônibus novos com acessibilidade e conforto, só esperando o retorno das aulas”, destacou.
Valorização dos servidores

Na ocasião, o secretário Municipal da Educação, Márcio Félix e a secretária-adjunta Gláucia Negreiros, realçaram o trabalho feito durante a gestão de Hildon Chaves para garantir a valorização dos servidores da educação. “O Sintero pediu um reajuste de 4,5% e o prefeito deu 5%. A gratificação de especialização de mestrado e doutorado também foi reajustada nesta gestão, depois de dez anos de espera. O município passou por duas gestões sem um concurso público, nossos professores estavam sobrecarregados fazendo hora extra e hoje já temos 600 novos profissionais de educação atuando em Porto Velho e ainda ampliou 100% da merenda escolar com recursos próprios”, pontuou Gláucia Negreiros.

Ao final da reunião, o vereador e candidato a vice-prefeito de Porto Velho, Maurício Carvalho, afirmou que a educação deve ser a prioridade de uma gestão. “Educação precisa ser tratada com a primeira secretaria, porque ela que garantirá o futuro da nossa cidade.

Sem educação, não somos nada. Se eu estou aqui hoje é graças aos meus professores. Precisamos garantir que os nossos alunos tenham desde a infância um ensino de qualidade e uma base boa”, finalizou.

Fonte: Assessoria

Facebook Comments