A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), iniciou na manhã desta sexta-feira (10), no CRAS Irmã Dorothy, na zona Leste de Porto Velho, a distribuição, de cestas básicas, às famílias de mototaxistas, de trabalhadores autônomos e informais de diversas categorias, que ficaram sem poder trabalhar, devido a pandemia e entraram em situação de vulnerabilidade social.

As cestas básicas, 998 nesta etapa, foram adquiridas com recursos oriundos do Governo do Estado. O Departamento de Proteção Social Básica (DPSB) da Semasf, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), realizou levantamento, cadastrando as famílias desses trabalhadores.

“Iniciamos hoje, na sexta-feira, a distribuição, nos Cras, das cestas básicas para as famílias dos matotaxistas e de outras categorias de trabalhadores que ficaram impossibilitados de trabalhar devido a pandemia. As cestas estão sendo entregue para as famílias cadastradas. O cadastro foi realizado pelo DPSB da Semasf. O cadastramento já foi encerrado”, informou a secretária da Semasf, Adriane Soares.

Fonte: Assessoria

Facebook Comments