O Superintendente de Desenvolvimento, Basílio Leandro de Oliveira, falou para equipe da Rede Teve, sobre o Espaço Internacional da Suder, que foi criado com objetivo de mostrar as potencialidades econômicas de Rondônia para empresários nacionais e internacionais que tenham interesse de investir no estado.

Com estrutura climatizada para mais de 20 estandes concentrados em um único local, com o intuito de facilitar a efetivação de bons negócios, o Espaço Empresarial e Internacional montado pela Superintendência de Desenvolvimento foi destaque na 6 Edição do Rondônia Rural Show, que aconteceu nos dias 24 a 27 deste mês, no município de Ji-Paraná.

Para dona de casa, Daniela Goes da Silva, dos estantes visitada por ela, o Espaço Empresarial e Internacional da SUDER foi o melhor em estrutura de iluminação, decoração e som. “Visitei todos os estantes, mais o que eu mais gostei foi aqui fiz a degustações do nosso refrigerante da Dydyo, provei do arroz integral preparado pela equipe da Rical, conheci um pouco sobre a África e curtir o show dos Dois Africanos”, disse dona Daiela.

O empresário mato-grossense, Daniel Pereira Lagos, fez elogios ao Espaço Empresarial e Internacional da SUDER. “Em um curto período de tempo, pude conhecer algumas empresas da região, como Bernardo Alimentos, Rical Alimentos e a Amazônia Coffee, entre outros, e pode também interagir com os representantes dos países de Cuba, África, Bolívia e Peru. Os organizadores do Espaço estão de parabéns”, falou Lagos.

O Superintendente de Desenvolvimento, Basílio Leandro de Oliveira, falou para equipe da Rede Teve, sobre o Espaço Internacional da Suder, que foi criado com objetivo de mostrar as potencialidades econômicas de Rondônia para empresários nacionais e internacionais que tenham interesse de investir no estado.

Para o titular da Suder, Basílio Leandro, a projeção é possibilitar a concretização de grandes negócios. “A cada ano a feira vem se consolidando ainda mais. Em 2016 fechamos R$ 615 bilhões em negócios. Nossa expectativa é superar esta marca nesta sexta edição”, disse, acrescentando que os representantes de outros países buscam contratos com empresas produtoras de alimentos, e Rondônia dispõe de empresas com potencial para atendera esta demanda. “Durante a feira, teremos apresentações que demonstrarão a capacidade e a competência para concorrer igualmente com grandes centros”, completou.

Texto Marcelo Gladson e Rafaela Schuindt
Foto Marcelo Gladson

Facebook Comments