NIVEL

Ao contrário do que foi divulgado pelo Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) nos últimos dias, o nível do rio Madeira em Porto Velho segue baixando progressivamente.
“Por causa do escoamento das chuvas em sua bacia, o rio Madeira, em Porto Velho (RO), deverá manter-se em elevação e poderá alcançar o nível de 19,80 metros, de acordo com um alerta divulgado na tarde desta segunda-feira (31) pelo Centro Regional do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) em Rondônia.”
O centro de pesquisas, que muito falhou em não alertar à população e as autoridades com antecedência sobre a cheia recorde (haja vista a grande quantidade de tecnologia empregada e de funcionários para tal monitoramento), uma vez que era nítida a grande quantidade de chuva na Bolívia caminhando para Rondônia, somente após a cheia recorde divulgou à imprensa que o rio Madeira chegaria aos 19,80 metros nos próximos dias.
Muito pelo contrário, o boletim elaborado pelo Sipam veio tarde demais e o ápice do rio Madeira foi registrado no domingo, 30 de março, com 19,74 metros. O recorde de cheia era de 17,52 metros aferido em 08 de abril de 1997.
Algumas ruas de Porto Velho, que ainda estão submersas, já apresentaram nesta sexta-feira (04), sinais de vazante, mesmo que praticamente imperceptível.
O nível aferido pela estação telemétrica da Agência Nacional de Águas (ANA) caiu para 19,55 metros, ainda assim muito acima da cota de alerta para enchente que é de 16,68 metros.
Através do sensor MODIS do satélite AQUA da Agência Espacial Americana (NASA) foi possível verificar nesta sexta-feira, a concentração de muita água em praticamente toda a extensão do rio Madeira em Porto Velho e seus distritos.

Fonte: Maisro.com-CPRM/ANA-De Olho no tempo

Facebook Comments