Seminário de gestão pública encerra com pacto pelo cumprimento das metas

Emerson Castro: o comodismo no serviço público será questionado e vencido

Emerson Castro: o comodismo no serviço público será questionado e vencido

Um pacto firmado pelos secretários estaduais e diretores de autarquias pelo cumprimento do Planto Estratégico de governo marcou, nesta sexta-feira (26), no Teatro Guaporé,  o encerramento do II Seminário de Gestão Pública – Liderança, Ética e Resultados no Setor Público.  O consultor Waldez Luiz Ludwig, especialista na área de cenários e tendências de gestão de organizações, provocou gargalhadas da plateia com a palestra Gestão e Eficiência no Setor Público.

O seminário foi realizado durante três dias com palestras focadas nos temas liderança, ética e resultados no setor público. Especialistas se revezaram para mostrar a uma plateia formada por gestores das diversas esferas da administração estadual, conceitos que levam ao sucesso e práticas de vem ser combatidas.

A conclusão do seminário serviu, ainda, para a apresentação do Plano Estratégico Rondônia de Oportunidades 2016-2020, pela superintendente estadual de Assuntos Estratégicos Rosana Cristina Souza. O trabalho, conforme explicou, é o resultado  das ações voltadas para chegar ao estado eficiente, com inclusão e desenvolvimento sustentável.

Rosana Souza apresentou o plano estratégico do governo

Rosana Souza apresentou o plano estratégico do governo

Rosana detalhou que o Plano Estratégico do governo de Rondônia engloba programas estruturantes, projetos prioritários, metas e indicadores, que são acompanhados e monitorados através do Escritório de Gerenciamento de Programas e Projetos Especiais (EGPP). O andamento das ações são mostradas nas reuniões regulares da Agência Integrada de Resultados (AGIR), que é presidida pelo governador Confúcio Moura e onde os gestores prestam contas dos projetos sob suas responsabilidades.

CIDADÃO

A meta dos programas governamentais é, acrescentou Rosana Souza, prestar o melhor serviço à sociedade. A superintendente explicou que o governador, ausente  naquele momento por estar envolvido em outra agenda,  fez questão de participar de todas as palestras do seminários, inclusive com intervenções para serem elucidadas pelos palestrantes.

O foco no cidadão como o destinatário das ações foi enfocado pelo secretário estadual de Planejamento, Orçamento e Gestão, George Braga. Além de acentuar que há decisões difíceis de serem tomadas pelos gestores, Braga reforçou que a satisfação da sociedade é a meta do serviço público em Rondônia. Ele também destacou resultados que ficarão como legado para os próximos governos, uma vez que não foram realizados pelas administrações anteriores, como recadastramento de servidores, a consolidação da Infovia (a rede de transmissão de dados por fibra ótica), além da Escola de Capacitação do Servidor Público, que está em fase de implantação.

ECONOMIA

A explanação sobre a conjuntura econômica estadual coube ao secretário de Finanças, Wagner Freitas, que previu um ano de muitos desafios e a serem enfrentados. “Teremos que continuar fazendo mais e melhor com menos recursos”, pregou. Sobre o cenário nacional, o secretário disse que Rondônia está entre os três estados que estão com as contas no azul, mas esclareceu que isto se deve a muito sacrifício e controle diário.

O secretário-chefe da Casa Civil, Emerson Castro, representou o governador e fez comentários sobre as transformações no modelo de gestão pública, para as quais a estrutura estatal deve estar atenta. Ele afirmou que o momento é de reconstrução e que a modernização no serviço público é inevitável e necessária.

Além conceituar sobre modelos de estratégia e desenvolvimento, Castro disse aos presentes que, neste ambiente, os erros fazem parte das ações, mas não podem ser repetidos e que para evitar que isto ocorra, em Rondônia, existe um sistema e monitoramento. O secretário concluiu afirmando que o comodismo no serviço público será questionado e vencido, e que o estado, segue firme sem ignorar a crise nacional, mas passa por ela com os benefícios dos esforços feitos preventivamente.

LEIA TAMBÉM:

Seminário de Gestão Pública será encerrado nesta sexta com a apresentação do plano estratégico para Rondônia

Especialista aponta desafios do Governo Eletrônico e relata experiência na implantação do sistema no executivo federal


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments