O estado de Rondônia teve 70 casos prováveis de dengue no mês de janeiro de 2020, o segundo menor número do Norte, segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado na quarta-feira (5). Já de chikungunya foram 20 notificações nas primeiras semanas do ano.

De acordo com o ministério, a “incidência dos casos de dengue retorna ao canal endêmico”. Há, ainda, outra ressalva: as últimas semanas de 2019 apresentaram um número baixo quantitativo de casos devido ao atraso das notificações. Os dados são referentes entre 29 de dezembro de 2019 a 18 de janeiro de 2020 e, nesse período, não houve morte decorrente da dengue em Rondônia.

Os dados do boletim deixam Rondônia, ao menos em janeiro, com uma das menores taxas de incidência de dengue na Região Norte. Os 70 casos notificados representam uma taxa de 3,94 casos para cada 100 mil habitantes. Já a taxa de chikungunya foi de 1,13 (casos/100 mil hab).

Dengue, chikungunya e zika no Norte

  • A região Norte teve 1.953 casos prováveis de dengue e 75 de chikungunya e 14 de zika
  • A maior concentração de casos de dengue por habitantes está no Acre: 92,41 a cada 100 mil
  • Em segundo lugar ficou Roraima, com uma taxa de 24,93 a cada 100 mil habitantes
  • Amapá teve a menor taxa de incidência de dengue no Norte: 0,35 a cada 100 mil
  • Rondônia, Acre, Roraima e Amapá foram os únicos do Norte que não tiveram casos prováveis de Zika em janeiro

Sintomas da dengue

Sintomas dengue — Foto: Arte/TV Globo

Sintomas dengue — Foto: Arte/TV Globo

Sintomas da chikungunya

  1. Febre
  2. Dores intensas nas juntas, em geral bilaterais (joelhos, pulsos etc)
  3. Pele e olhos avermelhados
  4. Dores pelo corpo
  5. Dor de cabeça
  6. Náuseas e vômitos
Facebook Comments