Turistas invadiram a praça para assistir a cheia do Madeirão
Turistas invadiram a praça para assistir a cheia do Madeirão

Muitos turistas foram ver hoje a tarde as águas do rio Madeira subindo na Praça da EFMM, em Porto Velho (RO). Alheios aos problemas enfrentados pelos ribeirinhos e moradores do Triângulo e Cai N’água, moradores e turistas foram verificar in loco o tamanho da enchente. Alguns saíram frustrados, pois achavam que as águas já tinham tomado toda a praça histórica. Nas redes sociais, uma internauta deixou clara a frustração: “Tá  todo mundo falando dessa cheia, mas já vi o nível da água mais alto que isso aí onde as pessoas estão andando (foto acima). Mas, em todo caso espero não suba muito!”, disse.

Desabrigados pela cheia não tem para onde fir
Desabrigados pela cheia não tem para onde fir

Por outro lado, moradores afetados pela cheia tiveram por parte da prefeitura disponibilizado um caminhão para o transporte da mudança. Porém, reclamaram, não foram disponibilizados abrigos e muitos não tiveram para onde ir. Não existe um plano de emergência para abrigar desabrigados, caso a enchente atinja níveis de tragédia. Esta deverá ser a maior cheia dos últimos 20 anos. Até agora o prefeito de Porto Velho sequer foi ver de perto o problema.

Vereador Leo Moraes: "as pessoas não sabem a quem recorrer"
Vereador Leo Moraes: “as pessoas não sabem a quem recorrer”

O único vereador a verificar a cheia foi Leo Moraes, ontem. “Pessoal, vim no Cai N’água constatar a cheia do Madeira! As famílias estão preocupadas e não sabem a quem recorrer”, disse preocupado o parlamentar nas redes sociais. “Se faz necessário evacuar com urgência e suprir as necessidades básicas dos moradores dos bairros de risco”, disse.

leoenhente

Fonte: +RO- www.maisro.com.br

Fotos: Marcelo Gladson

Facebook Comments