Por falta de provas, Conselho de Ética da Assembleia arquiva denúncia contra Lebrão

Por quatro votos, os deputados estaduais de Rondônia arquivaram as representações no Conselho de Ética contra o parlamentar José Eurípedes Clemente (MDB), o Lebrão.

O relator, deputado Edson Martins (MDB), não obteve provas suficientes para fundamentar punição para o parlamentar. Lebrão foi filmado recebendo suposta propina de uma empresa de lixo.

As imagens foram divulgadas durante a Operação Reciclagem deflagrada pela Polícia Federal. Na mesma ação de investigação, sua filha, Gislaine Clemente, ex-prefeita de São Francisco, foi afastada do cargo.

Segundo os parlamentares, o processo contra Lebrão é investigado pela Justiça, que ainda não decidiu sobre o caso. O próprio deputado esteve presente na reunião que decidiu seu futuro.

O Conselho de Ética também apura a quebra de decoro do deputado Geraldo da Rondônia (PSC). A representação é assinada pelo PROS, que apresentou uma série de escândalos do parlamentar para fundamentar o pedido de sua cassação.

Fonte: Rondoniagora

Facebook Comments