PF cumpre mandados de prisão em Rondônia e apreende arsenal de armas de groso calibre

Em ação conjunta entre a Polícia Federal, a Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio 2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado – DRACO2, e o Exército Brasileiro, pela 17ª Brigada de Infantaria de Selva, foi deflagrada na manhã dessa segunda-feira (23), a Operação Paiol visando a desarticulação de organização criminosa dedicada à invasão de terras públicas e privadas no Estado de Rondônia.

A presente operação se desenvolveu em continuidade das investigações da Operação Canaã, deflagrada em junho de 2021, com o cumprimento de 27 medidas cautelares, sendo 14 mandados de prisão preventiva, 1 mandado de prisão domiciliar e 12 mandados de busca e apreensão nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Seringueiras, São Miguel do Guaporé e Cacoal.

As investigações demonstraram que a organização criminosa mapeava áreas no Estado de Rondônia para posterior invasão com o emprego de armamento de grosso calibre. As terras eram então divididas e vendidas a camponeses, com a falsa promessa de regularização.

Nesta segunda fase os alvos são integrantes que comercializavam armas e munições como fuzis, escopetas, pistolas, carabinas e submetralhadoras para abastecer o braço armado da Orcrim.

Assessoria/Polícia Federal em Rondônia/RO

Facebook Comments