A bancária Lilian Calixto, de 46 anos, que morreu após procedimento realizado em apartamento na Barra da Tijuca, no Rio

A Justiça do Rio decretou a prisão temporária do médico Denis Cesar Barros Furtado, responsável por um procedimento estético que resultou na morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos. A morte da paciente é investigada pela Polícia Civil.

A paciente saiu de Cuiabá, no Mato Grosso, onde mora, para realizar um procedimento estético nos glúteos. Ela foi atendida no sábado (14) em um apartamento na Barra da Tijuca, zona oeste da capital fluminense –prática condenada pelo Cremerj (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro), que informou que vai investigar o caso. Após a intervenção, a paciente passou por complicações e foi levada pelo próprio médico para o Hospital Barra D’or, onde chegou em estado considerado extremamente grave. De acordo com a unidade de saúde, mesmo após “manobras de recuperação”, não foi possível reverter o quadro de saúde e Lilian que acabou morrendo na madrugada de domingo (15).

O médico e a mãe dele, que teria participado do procedimento, estão foragidos. A namorada dele, Renata Fernandes, 20 anos, que também teria envolvimento no atendimento, prestou depoimento na 16° DP (Barra da Tijuca) e teve a prisão temporária decretada. Denis Furtado tem registro em Goiás e em Brasília e não poderia atuar profissionalmente no Rio sem autorização do Cremerj.

As causas da morte da paciente ainda não foram divulgadas. A suspeita é que a bancária tenha sofrido uma embolia pulmonar devido à aplicação da substância PMMA (polimetilmetacrilato), material utilizado para fazer preenchimentos corporais e faciais. O produto é aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas indicado para situações pontuais e em pequenas quantidades.

Um milhão de seguidores

O médico Denis Cesar Barros Furtado, que se apresenta nas redes sociais como “Doutor Bumbum”, está foragido

Nas redes sociais, o médico Denis Cesar Barros Furtado, 45, é conhecido como “Doutor Bumbum”. Com diversas contas em redes sociais para divulgação do trabalho estético, Furtado tem quase 1 milhão de seguidores.

Nas redes, o médico diz que já fez mais de 5 mil procedimentos estéticos, “em mais de 15 anos de bioplastia”. O profissional se apresenta como médico, pós-graduado em dermatologia pelo Instituto Brasileiro de Ensino (Isbrae), modulação hormonal pela Brasil-American Academy for Integrative e Regenerative Medicine (Barm), medicina estética, nutrologia e ortomolecular. Atua nas áreas de medicina integrativa, acompanhamento Ortomolecular e Hormonal, tratamento da dor crônica e emagrecimento. Medicina Neural, Sistemica e Funcional. Após a denúncia, o Facebook do médico vem sendo atacado por internautas, que rechaçam os procedimentos realizados.

Fonte: UOL Noticias

Facebook Comments