Segunda fase da Operação Quinto em Rondônia — Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (20), a segunda fase da Operação Quinto. São cumpridos três mandados de busca e apreensão em Ariquemes (RO) e Igarapé (MG). E três mandados de prisão preventiva.

A PF começou as investigações em fevereiro de 2019 para identificar os integrantes da organização criminosa de Ariquemes, que com uma estrutura hierárquica bem definida, tinha um esquema de tráfico internacional de drogas. Os entorpecentes vinham da Bolívia e Peru, e eram enviados para outros estados brasileiros.

As investigações mostram que o grupo criminoso de Rondônia recebia as drogas de fornecedores estrangeiros e transportavam, escondidos em caminhões e automóveis, para os centros consumidores do país.

Os agentes conseguiram interceptar três remessas de cloridrato de cocaína, totalizando cerca de 230 quilos de droga em flagrantes realizados em Bom Despacho (MG) foram encontrados 137 quilos de entorpecentes, Senador Guiomar (AC) foram localizados 42 quilos e em quatro “bocas de fumo” de Rio Branco (AC) mais 50 quilos.

“Após a deflagração da primeira fase, com a continuidade da investigação, contatou-se que o grupo criminoso permaneceu atuando ativamente no tráfico de drogas, resultando na deflagração desta segunda fase”, informou a PF em nota.

O nome da operação faz referência ao “quinto trabalho de Hércules”, onde o herói grego desviou o curso do rio Alfeu para lavar os estábulos do Rei Aúgias. Em referência ao objetivo da PF em reprimir o tráfico de drogas na cidade de Ariquemes.

Fonte: G1

Facebook Comments