Mulher confessa ter colocado fogo no namorado após término

A desempregada Rosemir de Araújo Gueremito, de 51 anos, confessou ter provocado o incêndio que matou, em outubro passado, em Goiânia, o ex-namorado dela, Chanter Ley Pereira de Almeida, de 53. O crime teria sido praticado depois que a vítima anunciou que terminaria o relacionamento.

Morador do Residencial Santa Efigênia, Chanter Ley foi internado em estado grave depois que a casa dele pegou fogo no dia. Três dias depois, ele morreu. Na ocasião, a companheira dele também ficou ferida.

Ouvida no hospital, onde permaneceu internada por 10 dias, Rosemir alegou inicialmente que o incêndio teria sido provocado por um curto circuito, mas, informada que o companheiro havia morrido, mudou a versão, e alegou que Chanter teria colocado fogo no casal após ela anunciar que terminaria o relacionamento.

Facebook Comments