MOTORISTAS DEVEM REDOBRAR ATENÇÃO E SER MAIS CAUTELOSOS NAS FÉRIAS

Imprudência é a maior causa de acidentes de trânsito nas estradas do Brasil

 

 Imprudência é a maior causa de acidentes de trânsito nas estradas do Brasil
Imprudência é a maior causa de acidentes de trânsito nas estradas do Brasil

As férias de verão estão chegando e milhares de pessoas vão pegar a estrada para curtir os dias de descanso. E é justamente neste momento que os índices de acidente de trânsito costumam aumentar. E qual o maior motivo? A imprudência dos motoristas – especialmente o excesso de velocidade aliado à execução de manobras perigosas, ainda está entre os principais motivos de acidentes nas estradas. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 90% dos acidentes de trânsito são causados por falha humana, 6% são por questões relacionadas às condições das estradas e 4% por falhas mecânicas. “O homem é o principal provocador de acidentes de trânsito. Em mais de metade destes eventos ele se constitui na única causa. Somado a fatores como falhas mecânicas do veículo, condições da pista, condições climáticas etc., ele é fator preponderante em praticamente todos os sinistros de trânsito”, observa o doutor Flávio Adura, especialista em medicina do tráfego. Quanto maior a velocidade, mais graves costumam ser as lesões causadas pela batida. No momento do impacto, essa velocidade se converte em energia a ser transmitida para o corpo do ocupante do veículo. E é justamente a quantidade de energia transferida que vai determinar a gravidade dos ferimentos. O estado de saúde do motorista, o não uso de equipamentos de segurança como o cinto de segurança ou de mecanismos eficazes de contenção de crianças no interior de veículos, o uso de substâncias entorpecentes (álcool, benzodiazepínicos, etc.), as falhas de atenção provocadas pelo uso do telefone celular, a fadiga e a privação do sono, o uso de medicamentos que interferem no estado de vigília ou na capacidade de tomar decisões, são fatores capazes de causar ou agravar acidentes de trânsito.

Sempre lembrando:

– Realize manutenção preventiva do veículo antes de viajar;

– Não dirija em alta velocidade;

– Jamais dirija sob efeito de álcool;

– Mantenha uma distância segura em relação ao veículo da frente;

– Não realize ultrapassagem à direita;

– Use cinto de segurança;

– Crianças devem ser transportadas com a utilização de equipamentos de segurança adequados à idade, peso e altura.

– Objetos e bagagens devem ser transportados no porta-malas

Em uma colisão, o objeto solto pode ser arremessado no interior do veículo e seu peso é multiplicado por 50 vezes, ou mais, dependendo da velocidade. O CONGRESSO – Esse e outros assuntos estarão em pauta durante o 11º Congresso Brasileiro Sobre Acidentes e Medicina de Tráfego, de 9 a 13 de setembro de 2015, no Wish Serrano Resort, em Gramado (RS). A ABRAMET – Desde a sua fundação, em 1980, a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) congrega os especialistas em Medicina de Tráfego desenvolvendo ações, estudos e pesquisas visando à prevenção de acidentes decorrentes da mobilidade humana, procurando evitá-los ou mitigar a dor por eles provocada. Por isso, a importância da realização de reuniões de caráter científico, tais como congressos, simpósios e cursos de atualização.

Facebook Comments