Na noite da última terça-feira (4), um Airbus A320neo de matrícula PR-YRI, pertencente à Azul Linhas Aéreas, fazia o voo AD4545 de Manaus para Porto Velho, com 6 tripulantes e 174 passageiros quando os pilotos notaram um aviso de incêndio num dos motores da aeronave.

Segundo reporte levantado junto ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) da Força Aérea Brasileira, o incidente ocorreu enquanto os pilotos realizavam o procedimento de pouso e, em certo momento, os computadores a bordo do Airbus trouxeram a indicação de “ENG 1 FIRE WARNING”, avisando sobre um incêndio no motor esquerdo (motor 1).

A seguir, os pilotos cortaram o motor defeituoso e executaram os procedimentos previstos no manual da aeronave, vindo a acionar a garrafa de extinção de incêndio e fazendo com que o alarme cessasse imediatamente.

Embora o incidente tenha sido classificado como grave pelo CENIPA, o pouso aconteceu normalmente no aeroporto em Porto Velho às 20h40, assim como todos os passageiros desembarcaram sem nenhum empecilho. A aeronave, por sua vez, sofreu danos leves e segue parada no aeroporto da capital de Rondônia mais de 30 horas após o acidente.

Segundo dados do FlightRadar24, no próprio dia 4 a aeronave deveria seguir para Cuiabá, que é o próximo destino do voo Manaus – Porto Velho – Cuiabá, mas o trecho foi cancelado.

Fonte:

Facebook Comments