Juiz José Roberto da segunda vara do Trabalho, dorme sobre R$ 715 milhões de servidores públicos rondonienses

0
2233


Embora o governador de Rondônia, Daniel Pereira (PSB) tenha afirmado que o dinheiro do precatório da isonomia do Sintero estaria “nas próximas horas” na conta dos beneficiários, até o presente momento nada foi depositado. Há mais de três década centenas de servidores aguardam receber a tão esperada isonomia. Muitos, cerca de 392 pessoas, já morreram esperando receber, em vão. “Temos servidores que compram remédios de dois mil reais pra câncer, que precisam deste dinheiro”, apelou o jornalista Carlos Terceiro, superintendente da Sibra, em Brasília, que percorreu ministérios em busca de solução.

Depende apenas da assinatura do Juiz da Segunda Vara do TRT, José Roberto. O entrave estaria na SOF, Secretaria de Orçamento e Finanças do TRT. O juiz tem que ir lá e sanar as dúvidas e expedir os alvarás para pagamento precatórios nas contas dos beneficiários.

Facebook Comments