Uma decisão judicial da 4ª VARA FEDERAL DE BRASÍLIA, tomada pelo Juiz Federal Dr. Itagiba Catta Preta Neto, no dia 12 de dezembro de 2017 determina que: até o dia 11 de fevereiro de 2018 deverão ser realocados todos os ribeirinhos entre o Rio Madeira e a BR-364 e, até o dia 11 de abril de 2018 deverão ser retirados (evacuados) todos os moradores do distrito de Abunã.

Na decisão, o juiz que ficou famoso por impedir a posse de Lula como ministro, não discrimina pra onde deverão ser realocados os moradores de ABUNÃ, apenas determina que deverão ser retirados até 11 de abril. Conforme informações técnicas prestadas pela Agência Nacional de Água, existe o risco de novas enchentes “notadamente no primeiro quadrimestre desse ano, podendo acarretar prejuízos incalculáveis, inclusive, para as vidas de pessoas que residem na Comunidade de ABUNÃ. O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) ainda não se posicionou. E não há notícias de que a Defesa Civil ou outro órgão municipal estejam engajados na operação de evacuação da população do distrito de Abunã.

Fonte: Ponta do Abuna

Facebook Comments